Flamengo descarta Engenhão e só tem olhos para o Maracanã

Flamengo descarta Engenhão e só tem olhos para o Maracanã

Engenhão que nada. Deodoro muito menos.

Os dirigentes do Flamengo não abrem de usar o Maracanã na reta final do campeonato brasileiro. O otimismo é tão grande que já se fala até nas finais da Sul-Americana.

O Fluminense não é considerado adversário e sim aliado, pelo menos nesse primeiro momento.

A licitação do estádio acontecerá somente no ano que vem e o Flamengo se apressa.

A Odebrecht, concessionária do Maracanã, quer passar a bola o quanto antes e se livrar de um prejuízo estimado em R$ 5 milhões.

Em 2013, o consórcio venceu a licitação para explorar o estádio por 35 anos.

A Federação do Rio de Janeiro, que não tem bom relacionamento com a dupla Fla-Flu, é concorrente direta para administrar o Maracanã via companhia francesa Lagardere.