| Futebol

Flamengo é campeão brasileiro feminino de Polo Aquático

Rubro-Negro ainda conquistou prêmios no individual. Illana Pinheiro foi MVP da primeira edição da Liga Polo Aquático Brasil

flameng - Flamengo é campeão brasileiro feminino de Polo Aquático
O polo aquático do Flamengo continua sua trajetória de vitórias e conquistas, consagrando-se cada vez mais como uma das maiores potências do país na modalidade. No último final de semana, a piscina do Fluminense recebeu a terceira etapa do Brasil Open de Polo, competição homologada pela nova Liga Polo Aquático Brasil, que surgiu em 2016 fruto da união dos clubes por melhores condições para o polo no país. No feminino, o Flamengo conquistou o primeiro lugar no geral. Além do título de campeão brasileiro, o clube ainda levou pra Gávea troféus no individual. Illana Pinheiro e as irmãs Canetti foram destaques. 


As meninas do Flamengo terminaram na segunda posição durante a terceira etapa da Liga, na final disputada contra o Pinheiros no último sábado (17). O placar de 12 a 5 para a equipe de São Paulo não ofuscou a conquista do ouro no ranking após a realização das três etapas. Após o término das disputas, Illana Pinheiro foi a artilheira da prova. Além disso, a atacante ainda acumulou os prêmios de artilheira geral da Liga, Seleção do Campeonato e MVP de 2016. Além dela, suas companheiras de equipe, Manuela e Marina Canetti, também se destacaram e fora, respectivamente, Melhor Gloleira/Seleção do Campeonato e também Seleção do Campeonato. Já no masculino, o Mais Querido encerrou sua participação no sexto lugar geral. 

Em seu perfil nas redes sociais, Illana escreveu:

"Se alguém me perguntasse como estava sendo o meu ano de 2016 há 3 meses eu diria que, com certeza, estava sendo o ano mais complicado da minha vida. Hoje, se alguém me perguntar como foi 2016 eu digo com toda certeza do mundo que foi um dos melhores da minha vida. Precisei cair para aprender a me levantar e seguir em frente. Precisei ser forte quando a única opção era essa. Essa são as reviravoltas que a vida nos dá. Sempre acreditei que depois de uma fase não tão boa, sempre vem uma fase boa, só não sabia que seria tão boa assim! Termino o último campeonato do ano hoje e conquistei alguns prêmios individuais. Fui artilheira dessa última etapa, artilheira geral da liga, MVP geral da liga e seleção do campeonato. Fica aqui o meu muito obrigado ao meu time e ao meu técnico por toda ajuda e compreensão nessas últimas semanas em que eu estive focada no término da minha faculdade. Afirmo com todas as letras que hoje somos um TIME(...)", declara a atacante da equipe comandada por Antonio Canetti. 
 
Duas outras revelações do Mais Querido nesse título são as atletas Lorena Borges e Samantha Rezende. Vindas de comunidades carentes do Rio de Janeiro, a primeira da Cruzada São Sebastião e a segunda da Rocinha, Lorena e Samantha representam o futuro da modalidade na Gávea, as duas já com constantes convocações para integrarem a seleção brasileiro em torneios e treinamentos com a equipe principal. Elas são diretamente contempladas pelo projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro. Quer saber mais? Clique aqui. 

CLASSIFICAÇÃO FINAL NO FEMININO

1 - Flamengo
2 - Pinheiros
3 - SESI-SP
4 - Paineiras

CLASSIFICAÇÃO FINAL NO MASCULINO

1 - SESI-SP
2 - Fluminense
3 - Pinheiros
4 - Paineiras
5 - Paulistano
6 - Flamengo


PREMIAÇÃO INDIVIDUAL FEMININO

MVP - Iliana Pinheiro (Flamengo)
Melhor goleira - Manuela Canetti (Flamengo)
Seleção do Campeonato - Manuela Canetti (Flamengo), Viviane Bahia (Pinheiros), Julia de Souza (SESI-SP), Marina Zabilt (Pinheiros), Mariana Duarte (Paineiras), Marina Canetti (Flamengo) e Illana Pinheiro (Flamengo)

As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Banco Bonsucesso, Furnas, Estácio, LafargeHolcim/Cimento Mauá, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio da Confederação Brasileira de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. A reforma da piscina olímpica da Gávea conta com investimentos da Lafarge e Ambev via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte/Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e Juventude (ICMS), além de recursos provenientes da Lei Agnelo Piva/Confederação Brasileira de Clubes (CBC). 

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/24665/flamengo-e-campeao-brasileiro-feminino-de-polo-aquatico

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.