• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo é condenado a pagar R$ 1 milhão por dívida com Marcelo Cirino

O Flamengo foi condenado pela justiça a pagar R$ 1 milhão para Marcelo Cirino, ex-atacante do clube. Em síntese, a sentença parcial ocorreu na tarde desta quinta-feira (21) pela juíza Natália dos Santos Medeiros, da 42ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1). A informação foi divulgada primeiramente pelo “Esporte News Mundo”.

O caso teve início em 2019, quando o jogador moveu um processo contra o Rubro-Negro exigindo um valor total de R$ 5.121.947,75. Entre as alegações do atacante, estavam o pagamento de direito de arena, premiações, férias e FGTS. Desse modo, a juíza sentenciou pelo pagamento de parte deste valor. A decisão cabe recurso de ambas as partes.

Contratado a peso de ouro pelo Flamengo, muito por conta de sua excelente passagem pelo Athletico Paranaense, Marcelo Cirino não conseguiu corresponder as expectativas no clube da Gávea. Viveu bons momentos no Campeonato Carioca de 2015, com gols e assistências, mas logo caiu de produção. Ao todo, disputou 104 jogos pelo Fla e marcou 24 tentos.

Após passagem apagada pelo Rubro-Negro carioca, Cirino se transferiu para o Internacional, onde também não conseguiu fazer sucesso. Na equipe gaúcha, acabou perdendo espaço e, por isso, foi emprestado ao Al-Nasr, dos Emirados Árabes. Em julho de 2018, o Athletico Paranaense o repatriou, e o atacante ajudou o time a conquistar a Copa Sul-Americana daquele ano, além da Copa do Brasil de 2019. Hoje, ele defende o Chongqing Lifan, da China.

Publicado em colunadofla.com.