• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo é condenado judicialmente a repassar parte da venda de Lucas Paquetá; decisão cabe recurso

Na última quarta-feira (19), o Flamengo foi condenado em primeira instância, a realizar um repasse de aproximadamente R$ 1,2 milhão à Federação das Associações de Atletas Profissionais (FAAP), como informado pelo jornal O Globo. A federação entrou com uma ação contra o clube na 47ª Vara Cível da Justiça do Rio para cobrar um valor de 0,8% da venda do meia Lucas Paquetá ao Milan. A transação ocorreu em 2018 por um valor equivalente a R$ 150 milhões.

A condenação, ainda passível de recurso, foi acatada pelo juiz Leonardo de Castro Gomes, que determinou que o contrato de transferência seja fornecido pelo Flamengo para o cálculo exato do valor de repasse. É necessário ainda, que a quantia seja convertida para a moeda nacional correspondente ao dia exato da transação, para que se aplique correção monetária e juros de 1% ao mês.

O Flamengo era detentor de 70% dos direitos de Paquetá, o que rendeu ao cofre rubro-negro, aproximadamente, R$ 105 milhões. O Rubro-Negro terminou de receber os pagamentos pelo meia em janeiro de 2020. Pelo clube italiano, Paquetá realizou 36 partidas e marcou um gol.

Publicado em colunadofla.com.