• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo e Del Valle empatam em jogo eletrizante pela ida da Recopa Sul-Americana

​Na noite desta quarta-feira (19), o ​Flamengo, que ergueu seu primeiro troféu da temporada no último domingo, entrou em campo para encarar o Independiente del Valle pela Recopa Sul-Americana 2020. O jogo de ida foi disputado em solo equatoriano e, para a surpresa de muitos, reservou múltiplas dificuldades para o badalado time de Jorge Jesus. Desfalcado de Gabriel Barbosa - que cumpriu suspensão pela expulsão na decisão da ​Libertadores -, o Rubro-Negro saiu do Estádio Olímpico Atahualpa com um empate por 2 a 2, gols de Murillo e Pellerano pelos donos da casa, Bruno Henrique e Pedro pelos visitantes. A partida volta será disputada no Maracanã na próxima quarta (26), com o clube da Gávea precisando de uma vitória simples para conquistar mais uma taça em 2020.

Primeiro tempo

FBL-RECOPA-DELVALLE-FLAMENGO

Logo nos primeiros minutos de jogo, o atual campeão da Copa Sul-Americana provou que não se intimidaria com o poderio de seu adversário. Apesar da marcação-pressão dos comandados de Jorge Jesus, o Independiente del Valle não abriu mão de seu estilo e mostrou personalidade na troca de passes, por vezes até envolvendo a equipe carioca. Aos 18', o placar foi inaugurado em grande estilo no Estádio Olímpico Atahualpa: o lateral-direito Murillo, através de belíssima cobrança de falta, abriu o marcador para os donos da casa. Em desvantagem, o Rubro-Negro apostou nas estocadas rápidas com Bruno Henrique, que mesmo isolado no ataque, trouxe grande 'dor de cabeça' aos defensores rivais. A grande chance do empate veio aos 26', quando camisa 11 foi lançado em profundidade e completou pro gol, mas teve seu tento anulado por impedimento milimétrico checado pelo VAR.

Segundo tempo

FBL-RECOPA-DELVALLE-FLAMENGO

O Flamengo voltou para a segunda etapa mais organizado e obstinado a vencer. Vitinho foi a escolha de Jesus para dar mais velocidade e profundidade ao ataque, decisão que se provou acertada, já que o camisa 11 entrou bem e criou boas jogadas. Antes do Flamengo conseguir impor seu ritmo, no entanto, Diego Alves precisou fazer boas defesas, uma delas milagrosa aos 19', parando Gabriel Torres cara a cara. Deste momento ao final do jogo, o ritmo foi alucinante: Bruno Henrique empatou aos 21' após receber belo lançamento de Arrascaeta; Pedro, com gol de oportunismo, virou para o Flamengo aos 40'; e aos 43', o Del Valle empatou tudo em 2 a 2, através de penalidade bem marcada e convertida por Pellerano. Jogo eletrizante no Equador, com o destaque negativo ficando a cargo da lesão de Bruno Henrique, que deixou o gramado com fortes dores e precisou ser removido para um hospital próximo para exames.

Publicado em www.90min.com.