| Futebol

Flamengo e Fluminense se unem para ajudar crianças desaparecidas

flameng - Flamengo e Fluminense se unem para ajudar crianças desaparecidas
Surpresas para o clássico de logo mais. Flamengo e Fluminense acabam de anunciar as escalações, com mudanças nos times. No Flamengo, Everton Oliveira da Cunha vai atuar aberto pela esquerda, no lugar do Everton e William Carvalho de Almeida está na vaga de William Arão. Já no Fluminense, Wendel Daniel da Conceição entrou para fechar o meio, no lugar de Wendel e Lucas Fernandes Silva entra na direita, no lugar de Lucas. Não entendeu? É o projeto Escalação Solidária. Os dois times se juntaram e estão dando visibilidade para 44 crianças e adolescentes desaparecidos no Estado do Rio de Janeiro, que são acompanhados pelo programa SOS Crianças Desaparecidas, da Fundação para a Infância e a Adolescência (FIA). O detalhe está nos nomes das crianças, que são os mesmos dos jogadores de Flamengo e Fluminense. A ideia é chamar a atenção para o problema, que atinge cerca de 40 mil crianças e adolescentes todos os anos no país.

- O FlaxFlu é um dos maiores clássicos do mundo. Nossa expectativa é que aumente o número de crianças e adolescentes localizados depois dessa ação. A divulgação é a forma mais eficaz de solucionarmos estes casos e acabar com o sofrimento dessas famílias. Queremos levar informação para o maior número de pessoas possível - destacou a presidente da FIA, America Tereza.

As famílias das crianças e adolescentes desaparecidos foram convidadas para o clássico e algumas estarão juntas na arquibancada Leste do Maracanã. Elas foram convidadas pela equipe da Fundação para a Infância e a Adolescência (FIA).

- Todo grande time de futebol tem um papel importante na sociedade. Os clubes mexem com a paixão das pessoas, engajam milhões de torcedores e conseguem chamar a atenção para causas fundamentais, capazes de transformar o Brasil em um país melhor. Nesta ação conjunta de Flamengo e Fluminense, esperamos dar visibilidade a um tema dramático: as crianças desaparecidas. Torço muito para que consigamos permitir o reencontro de algumas dessas crianças com as suas famílias – explica Márcio Mac Culloch, diretor de Comunicação do Flamengo.

- Está na história do Fluminense participar de grandes causas. Uma instituição, com milhões de torcedores, precisa servir como exemplo e colaborar de maneira assídua em fatores preponderantes da sociedade. É uma campanha extremamente importante e o Fluminense se orgulha de poder contribuir – afirmou o presidente do Fluminense Pedro Abad.

A ação Escalação Social está sendo realizada pela FIA, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, Disque-Denúncia e Agência NBS. Para entrar em contato com o Programa SOS Crianças Desaparecidas, a pessoa pode ligar para o 9.8596-5296 ou no site www.soscriancasdesaparecidas.rj.gov.br/. 

Ingressos para crianças das favelas

O clássico também será especial para um grupo grande de crianças e adolescentes de projetos sociais das favelas da cidade. Em parceria com o projeto Favelagrafia, Flamengo e Fluminense convidaram 500 crianças da Rocinha, Santa Marta, Prazeres, Babilônia, Borel e Morro de São Carlos.

- Teve um menino que me agradeceu muito pela oportunidade, porque ele nunca foi ao Maracanã. Será a primeira vez dele. Tenho certeza que esse garoto nunca vai esquecer o FlaxFlu do Dia das Crianças – comemora José Luiz de Oliveira, do projeto Escola Bola Santa Marta.

Também foram enviados ingressos para o Instituto Ronald McDonalds e para projetos sociais de Xerém, onde treina as categorias de base do Fluminense.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26140/flamengo-e-fluminense-se-unem-para-ajudar-criancas-desaparecidas

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.