| Futebol

Flamengo e Furnas se reúnem para celebrar o Dia Mundial da Atividade Física

Atletas e dirigentes passam manhã em bate papo no auditório da empresa

Atletas e dirigentes participam de evento

Atletas e dirigentes participam de evento

Na manhã desta segunda-feira (06/04), atletas e dirigentes do Flamengo se dirigiram ao escritório de Furnas, no Rio de Janeiro, para um bate papo com funcionários e gestores da área de responsabilidade sócio-cultural da empresa, além de alunos do ensino médio da escola Santa Ângela, de Austin. Na pauta estava o Dia Mundial da Atividade Física, além de todos os benefícios que a prática esportiva proporcionou aos atletas do polo aquático Sub-17 do clube.

Lucas Barros, Marcus Vinicius Pereira, Hemanuelle Reis e Emilyn Vital puderam falar sobre suas experiências com o esporte e como a modalidade foi importante também fora d'água, na construção de caráter, responsabilidade e disciplina na vida de cada um deles.

"O esporte abre portas e quando você tem metas e se esforça, você consegue aproveitar essas chances. Quando abriram o complexo esportivo da Rocinha, eu me inscrevi logo e acabei entrando no Flamengo. O esporte me ajuda hoje em vários aspectos da minha vida, incluindo a escola, os amigos e tudo ao seu redor", diz Hemanuelle.

"A primeira coisa que eu mudei, quando entrei no Flamengo, foi a responsabilidade que eu tive que criar. O clube cria uma expectativa em cima de você como atleta e a contrapartida disso é você ter disciplina. O polo aquático abriu a minha mente e eu passei a me sentir muito confortável com a equipe, que é como se fosse a minha segunda família. Além disso, tinha asma e por conta do esporte nunca mais tive problema respiratório algum", reforça Hemilyn.

"Eu era obeso e entrei pro Flamengo através de um projeto social. Eu consegui emagrecer e hoje me tornar um atleta em formação. Isso é  uma grande realização", complementa Lucas.

"Eu sempre fiz muitos esportes, mas nunca imaginei que o esporte aquático fosse mudar a minha vida. Sempre fui em busca de superar meus limites. Passei a pensar de outra maneira as coisas, a melhorar a minha postura. No Flamengo, nós somos uma Flamília", completa Marcus Vinicius.

Para o Diretor Executivo de Esportes Olímpicos, Marcelo Vido, essa interação é fundamental.

"É muito legal ter parceiros que se interessem pela trajetória dos atletas que patrocinam. Eu gostaria que fosse sempre assim. O polo aquático não tem tanta visibilidade, então é muito importante fazermos essa interação, principalmente em se tratando de uma ação que envolve o social, jovens de comunidades carentes que tiveram a chance de mudar sua vida através da prática esportiva", disse Vido.

Edson Terra, Gerente de Esportes Aquáticos do Flamengo, também pôde passar um pouco mais de sua visão e experiência sobre o assunto nessa manhã. "Em primeiro lugar, o esporte me ensinou a sonhar. A partir do momento que eu sonhei, eu criei objetivos e meios pra alcançar esses objetivos. Eu tinha 8 anos. Foi quando comecei a sonhar com a seleção brasileira de natação. Isso fica pra gente pro resto da vida. A perseverança, o saber respeitar o próximo, o espírito de equipe, são os valores que a gente leva pro resto da vida", diz Edson Terra.

"Dentro do sistema esportivo brasileiro, os clubes são os formadores dos atletas. Sem uma parceria forte, não poderíamos dar continuidade no desenvolvimento esportivo desses atletas. Essa parceria com Furnas começou efetivamente há 1 mês e vai durar 1 ano. Todos nós vamos nos esforças para mostrar para a empresa mais coisas bonitas que o esporte pode nos proporcionar, e assim estendermos essa parceria", completa Edson. 

Presente no auditório de Furnas, o Gerente Substituto da Gerência de Responsabilidade Sócio Cultural da empresa, Marcos Machado enaltece a parceria com o Flamengo:

"Pra mim, é uma honra dupla estar aqui hoje. Primeiro porque visto a camisa de Furnas, depois porque estou vestido o Manto Sagrado (ele estava usando a camisa do Flamengo)", finaliza.

A parceria entre Flamengo e Furnas contempla o projeto de esportes aquáticos do clube - Flamengo Olímpico Esportes Aquáticos. A verba de IR aportada é destinada para o pagamento de bolsas auxílio para atletas, taxas federativas, inscrição para competições, despesas de viagens, pagamento dos profissionais envolvidos nas modalidades e alimentação.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20864/flamengo-e-furnas-se-reunem-para-celebrar-o-dia-mundial-da-atividade-fisica

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.