O contrato terá validade até 2023 e entrará em vigor a partir de dezembro, quando o jogador completa 18 anos – o atual vínculo se encerra em 2020, e a legislação brasileira não permite que menores de idade firmem compromissos por mais de três anos. E mais: a multa rescisória será a maior do grupo, se aproximando a 50 milhões de euros (cerca de R$ 200 milhões) - há quem diga que ela ficará em 45 milhões de euros. Já o salário, inicialmente, ficará na casa dos R$ 100 mil. Com um gol marcado em oito partidas, ainda ganhará luvas de R$ 1,5 milhão.

Durante as tratativas, equipes europeias abriram o olho para cima do garoto. Clubes como Milan e Juventus, ambos da Itália, andaram sondando o jovem. No entanto, agora, terão que adotar procedimento semelhante ao do Real Madrid no caso Vinicius Junior, ou seja, ou abrem o bolso ou nada feito. O clube espanhol comprou o flamenguista por 45 milhões de euros, e a data do desembarque dele no Santiago Bernabéu ainda não está definida. Lincoln foi promovido aos ​profissionais do Flamengo por Reinaldo Rueda, justamente para ocupar o lugar do peruano Paolo Guerrero, suspenso por doping.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação