Flamengo empata com a Ponte Preta e avança na Copa do Brasil

Flamengo empata com a Ponte Preta e avança na Copa do Brasil

O Flamengo está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. A vaga veio com o empate por 0 a 0 com a Ponte Preta, nesta quinta-feira, no Maracanã. O resultado serviu para o time comandado por Maurício Barbieri porque o jogo de ida, em Campinas, teve vitória do Fla, por 1 a 0.

Mesmo sem brilhar, o rubro-negro alcançou mais uma partida sem levar gols - a sexta seguida. O adversário na próxima fase da competição será definido por sorteio. A Copa do Brasil só volta depois da Copa do Mundo.

O Flamengo não rendeu tanto ofensivamente quanto nos jogos recentes pelo Brasileirão. Mas mesmo assim o time não chegou a irritar a torcida, apesar da falta de gols, porque o que se viu foi uma equipe esforçando-se para achar espaço entre os marcadores da equipe campineira. Os rubro-negros, inclusive, encheram o estádio mais uma vez: foram 52.497 pagantes. E olha que o trânsito no Rio foi complicado pela jornada de manifestação dos taxistas.

Durante a maior parte do jogo, Ponte Preta nem parecia que estava em desvantagem no confronto, já que adotou uma postura muito cautelosa, até pela disparidade técnica entre as equipes. Só que foi o time visitante quem criou, já aos 39 minutos do segundo tempo, a chance mais clara de gol do jogo: um chute de Felipe Cardoso que bateu na trave direita de Diego Alves. Ninguém apareceu no rebote.

O goleiro Ivan, da Ponte, teve uma boa atuação. Ele esteve bem posicionado nas bolas que rondaram a área e fez belas defesas nas duas principais oportunidades rubro-negras - uma em cada tempo - em chutes de fora da área de Paquetá e Everton Ribeiro. O camisa 7, inclusive, foi o principal responsável pela articulação do Fla, sendo mais eficiente que o próprio Paquetá na função.

Paolo Guerrero também teve mais uma oportunidade de atuar. Novamente substituindo Henrique Dourado no segundo tempo, o peruano recebeu um ótimo passe de Vinícius Júnior, mas não teve velocidade suficiente para chegar à frente do zagueiro Reynaldo em condições de finalizar. Situação de quem ainda está fora de forma.

O susto que o Flamengo levou - a bola na trave - foi em um momento de guarda baixa. Serviu como um choque para que o time ficasse mais atento e fizesse o suficiente para evitar o pior no Maracanã. Vaga assegurada.