Flamengo encontra velho rival Mogi em primeiro jogo da semifinal do NBB

Flamengo encontra velho rival Mogi em primeiro jogo da semifinal do NBB

Líder da fase regular e invicto na pós-temporada, depois de bater o Minas por 3 a 0 nas quartas de final, o Flamengo chega às semifinais do NBB como favorito para enfrentar o Mogi, um adversário mais do que conhecido.As duas equipes se cruzaram nos playoffs em 2014 e 2016, sempre com séries duras, mas vitória rubro-negra. A série tem início neste sábado, em Mogi das Cruzes, no ginásio Hugo Ramos, às 14h. Band e Sportv transmitem.

A rivalidade crescente teve seu momento mais tenso na temporada passsada, quando o pivô Tyrone, do Mogi, estava marcando Marcelinho Machado em um arremesso e colocou o pé debaixo da área onde o jogador do Flamengo ia aterrissar. Os dois trocaram ofensas e até o irmão de Marcelinho,Ricardo, que é fisioterapeuta do clube, entrou em quadra irritado e acabou expulso.

LEIA TAMBÉM: Pivô do Bulls, Felício visita projeto social

- Com certeza eles tão pensando nessa oportunidade de vencer a gente, vai ser a terceira vez e nas outras duas a gente levou a melhor. Nossa cabeça tem que estar tranquila, porque o que passou já foi. Agora é um outro grupo e temos que focar em abrir vantagem na série- afirmou Marquinhos, que vem sendo o grande destaque do Flamengo recentemente e é favorito para ser o MVP deste NBB.

Além de Tyrone, a equipe Mogiana conta com jogadores experientes e que já fizeram história no NBB, como pivô Caio Torres, de 2,11m, que foi campeão e MVP das finais em 2013, jogando pelo Flamengo.

É preciso ter respeito também fora do garrafão, Shamell, cestinha do NBB em 2014 e 2015, e Larry Taylor, americano naturalizado brasileiro que esteve nas Olimpíadas de 2012, lideram o perímetro paulista.

Mesmo com um elenco robusto, que fez a quarta melhor campanha da fase regular, Mogi teve que suar para derrotar Caxias do Sul, na série que foi encerrada em 3 a 1. Já o Flamengo venceu o Minas por 3 a 0, com uma virada emocionante no jogo derradeiro da série, na Arena Carioca.

Como vem sendo nos últimos anos, a reta final dos playoffs é o momento em que os jogos ficam mais emocionantes e o torcedor comparece mais. Jogando a pós-temporada brasileira pela primeira vez, Anderson Varejão acredita que o apoio da torcida rubro-negra pode fazer a diferença para o Flamengo, que tem o mando de quadra da série.

- Gosto de dizer que os playoffs são a sobremesa da temproada. É o momento mais gostoso de jogar, tudo vale muito mais e onde se constrói histórias.Estou feliz de estar fazendo parte disso. A torcida do Flamengo é diferenciada, vem apoiando muito a gente e eles podem ter certeza que vamos deixar 100% da nossa garra em quadra-afirmou o pivô, que busca seu primeiro título pelo Rubro-negro.

Depois do jogo desta sábado, as equipes se enfrentam no Rio na sexta, pelo jogo 2, e no domingo, pelo jogo 3. Se a série se extender, as novas datas ainda serão confirmadas.

Do outro lado da chave, Bauru e Paulistano reeditam a final do NBB do ano passado para voltarem a grande decisão. O primeiro jogo é na segunda, às 20h.