"O pedido tecnicamente é a reconsideração do despacho que recebeu o pedido de impugnação da partida. Por quê? Quando o presidente do STJD recebe um pedido, ele tem duas opções: ou indefere a petição liminarmente, inicialmente, a petição da impugnação ou ele recebe a impugnação e oficia à CBF para não homologar o resultado. Isso é o que manda a lei. Ele tinha a opção de liminarmente de indeferir a petição. Eu apresentei todos os meus fundamentos que vão fazer parte da minha defesa na sessão de julgamento, mas quando apresento meus fundamentos, eu demonstro ao presidente do STJD que não há fundamento para o recebimento da impugnação", disse o causídico rubro-negro ao site ​GloboEsporte.

O requerimento do clube da Gávea será alvo de análise nesta quinta-feira por parte do presidente do tribunal, Ronaldo Piacente.