| Futebol

Flamengo entra em campo sob clima de tensão por mudanças e tenta evitar reformulação no futebol

flameng - Flamengo entra em campo sob clima de tensão por mudanças e tenta evitar reformulação no futebol

A continuidade do projeto de futebol do Flamengo para o ano que vem e, quem sabe, para os próximos três anos seguintes, depende do desempenho do time na reta final de Brasileiro e Sul-Americana. O foco no momento está na primeira competição, pela qual o time enfrenta hoje o Coritiba, 21h, no Couto Pereira, para seguir com chances de se classificar para a Libertadores.

Mesmo que vá ao torneio em 2018, o clima é de tensão por mudanças, como mostraram os protestos de ontem, dia do aniversário de 122 anos do clube, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu e na sede da Gávea. No CT um grupo gritou palavras de ordem e vandalizou carros de jogadores e dirigentes. A intenção da diretoria é diluir as cobranças com a vaga e o título internacional, e com isso evitar a reformulação total do futebol, que vai sofrer ajustes.

Estão em jogo não só a continuidade do trabalho implementado nos últimos anos, como também o emprego dos que lideram o processo. Fora de campo, o diretor Rodrigo Caetano volta a sofrer fortes cobranças pelo mau desempenho do elenco montado. Já o técnico Reinaldo Rueda é peça-chave para a reformulação desejada, mas outros profissionais estão sob risco. A barca de atletas será montada e nomes como de Rafael Vaz, Gabriel, Alex Muralha, Rômulo e Márcio Araújo serão reavaliados.

Rueda assumirá o protagonismo na remontagem do grupo, que atualmente é composto por jogadores trazidos pelos dirigentes com indicações do setor de inteligência do clube. O treinador tem apoio do vice de futebol Ricardo Lomba, que tenta se impor no futebol e tirar do presidente Eduardo Bandeira de Mello e do diretor-geral Fred Luz a proteção excessiva contra ajustes.

O processo se dá em meio a discussões políticias para a eleição presidencial de 2018. Com o futebol em baixa, a atual administração perde força no pleito e vê a oposição reforçar o discurso de mudanças drásticas para atender a demandas da torcida. Sem nada a ver com o processo, os jogadores entam campo para dar a esperada resposta para se manterem no clube, mas também pela paz política na Gávea, em atual estado de ebulição.

Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/flamengo-entra-em-campo-sob-clima-de-tensao-por-mudancas-tenta-evitar-reformulacao-no-futebol-22073051.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.