Flamengo goleia o Madureira por 4 a 0 no Nilton Santos e larga bem na Taça Rio

Flamengo goleia o Madureira por 4 a 0 no Nilton Santos e larga bem na Taça Rio
Se costumeiramente um time relaxa após conquistar uma taça, o Flamengo demonstrou nesta quarta-feira que não houve "ressaca" após levantar a Taça Guanabara no último domingo. Ligado, objetivo e preciso, a equipe comandada por Paulo Cesar Carpegiani venceu o Madureira por 3 a 0 e largou bem na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Agora, o Mengão encara o clássico contra o Fluminense, no próximo sábado, na Arena Pantanal. Esse será o último compromisso antes da estreia na Conmebol Libertadores, contra o River Plate, na próxima quarta-feira (28), com portões fechados.

Precisão e vantagem

Desde o apito inicial, o Flamengo deu o tom do jogo: posse de bola e movimentação para envolver o adversário na qualidade do passe. E foi assim que a equipe conseguiu espaços e gerou oportunidades para abrir o placar.  Diego, Everton Ribeiro, Lucas Paquetá e Henrique Dourado abriram a defesa com a dinâmica de jogo. Foi assim, que aos 6 minutos, o camisa 10 rubro-negro finalizou com um sem pulo uma bola que levou muito perigo ao gol adversário.

Virando o jogo e com muita paciência, o gol não demorou a chegar. Aos 17 minutos, Diego sofreu falta na entrada da área, que ele mesmo cobrou. Batida de manual, bola no ângulo e 1 a 0 no placar.

O gol abriu mais espaços, pois obrigou o Madureira a sair em busca de empate. Nesse tom, o Mais Querido chegou ao segundo gol justamente aproveitando a ansiedade do adversário. Aproveitando o erro na linha de impedimento adversária, Lucas Paquetá entrou sozinho por trás da zaga e no ar finalizou para dar números finais ao primeiro tempo: 2 a 0.

Pênalti e goleada

Na etapa complementar, o jogo não mudou e seguiu com amplo domínio do Flamengo. O Madureira buscou uma marcação mais forte, no corpo a corpo, e assim acabou cometendo pênalti em Everton Ribeiro, aos 8 minutos. Na bola, o recém chegado Henrique Dourado, que fez o que costuma fazer da marca da cal: gol. 3 a 0.

Com o jogo na mão e o resultado garantido, Carpegiani aproveitou para girar a equipe e fazer substituições. Rômulo, Trauco e Vinicius Junior ganharam espaço no jogo.

Não demorou muito e o Garoto do Ninho apareceu para fechar a conta no Nilton Santos. Após bate rebate dentro da área, o camisa 20 foi oportunista e marcou o quarto gol rubro-negro.

E agora?

Essa foi apenas a estreia da equipe na Taça Rio. O Flamengo já está classificado antecipadamente para as semifinais do Estadual.