De acordo com o site ​UOL Esporte, pela projeção, o Rubro-negro - sétimo colocado, com 43 pontos - precisa somar mais 19 pontos nas últimas dez rodadas para evitar passar pela fase preliminar. Com 62, há uma margem que asseguraria a equipe no torneio já no chaveamento principal. Isso considerando também as possíveis variações inerentes à presença ou não do Cruzeiro (campeão da Copa do Brasil) no bloco de cima. O zagueiro e capitão Réver expressou bem o sentimento adotado pelo grupo no que ainda resta do ano:

"Nosso objetivo é vencer todos os jogos que restam para nos manter próximos do G-4, principalmente dentro de casa. Sabemos que o Bahia vai ser parecido deste jogo contra a Chapecoense. Eles vêm bem fora de casa", analisou.

Além do Brasileirão, ainda existe outra oportunidade, sem nenhum tipo de cálculo a fazer. A última chance para chegar diretamente aos grupos da Copa Libertadores será o título da Copa Sul-Americana, competição na qual o Rubro-negro está nas quartas de final e encara o Fluminense, dias 25 de outubro e 1º de novembro, no Maracanã.