Flamengo mantém esquema intacto com desfalques e Zé aposta em 'time' de ex-renegados

Flamengo mantém esquema intacto com desfalques e Zé aposta em 'time' de ex-renegados

Os quatro desfalques não vão mudar a forma de jogar do Flamengo neste domingo, contra o Santa Cruz. As ausências de peças importantes — o goleiro Alex Muralha, o lateral Jorge e os atacantes Guerrero e Leandro Damião — não fizeram Zé Ricardo mexer no esquema. Pelo contrário.

A dúvida do treinador ficou apenas entre a entrada de Fernandinho ou Everton na ponta esquerda. Com o meio comandado por Diego e uma defesa bem postada — mesmo com a entrada de Chiquinho no lugar de Jorge, suspenso —, a produção ofensiva mais eficiente é a maior preocupação.

Quem dita a escalação do Flamengo hoje não atesta a qualidade individual dos jogadores em 100%, mas não questiona o padrão de jogo. Os já contestados Paulo Victor, Pará, Rafael Vaz, Chiquinho, Márcio Araújo, Gabriel e Fernandinho que o digam. Trata-se de um time quase completo de atletas que deram a volta por cima. Zé Ricardo não desviou de suas convicções nem diante dos maiores apuros nas partidas:

— A gente procura dar ênfase ao pessoal que está entrando. Temos substitutos à altura dos que saem.