| Futebol

Flamengo não sai do 0 a 0 com o Bota e perde chance de colar no Verdão

flameng - Flamengo não sai do 0 a 0 com o Bota e perde chance de colar no Verdão
Clássico da Rivalidade não sai do 0 a 0 (Foto:Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

O Flamengo desperdiçou mais uma chance de se aproximar ainda mais do líder Palmeiras. Em partida disputada na tarde deste sábado, no Maracanã, o Rubro-negro da Gávea não passou de um empate sem gols diante do Botafogo.

A equipe rubro-negra chegou a 63 pontos, quatro a menos do que o líder Palmeiras e vai precisar torcer pelo tropeço da equipe paulista que joga neste domingo, diante do Internacional. O Botafogo se manteve na quinta posição com 55 pontos ganhos.

O jogo foi marcado por uma intensa disputa no meio-campo, principalmente no primeiro tempo. No segundo tempo, as duas equipes se soltaram um pouco mais e chegaram a criar e desperdiçar boas oportunidades de gol.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o América-MG, no Independência; o Botafogo vai receber a Chapecoense, na Arena Botafogo.

O jogo – Debaixo de muita chuva, o Flamengo começou a partida no ataque e antes do primeiro minuto, criou a primeira jogada de perigo. Gabriel investiu pela direita, cruzou e Diego bateu, de primeira, mas mandou a bola por cima do travessão. O time rubro-negro ficava mais tempo com a bola nos pés e com o campo muito pesado, preferia evitar os toques curtos e preferia investir em lançamentos para Paolo Guerrero.

O Botafogo não conseguia sair da defesa e apenas se limitava a tentar bloquear os avanços da equipe rubro-negra. O meia Diego era o mais acionado e se movimentava por todo o campo, buscando espaços na marcação adversária. O zagueiro Joel Carli tinha muito trabalho para cortar os seguidos cruzamentos na área alvinegra.

A briga no meio-campo era intensa com os jogadores dos dois times atuando com muita disposição e provocando muitos choques, principalmente por causa do estado do gramado.

O Flamengo seguia melhor e, aos 15 minutos, criou outro bom momento, quando Diego lançou Guerrero que bateu forte, mas colocou a bola por cima do travessão. Dois minutos depois, o atacante peruano foi derrubado na intermediária. Fernandinho arriscou e mandou para muito longe do gol de Sidão.

O ataque do Botafogo não conseguia chegar na área adversária porque Camilo, muito marcado, não conseguia distribuir o jogo. Só aos 19 minutos é que o time dirigido por Jair Ventura conseguiu a primeira conclusão.Airton arriscou de longe e o chute não levou perigo para Alex Muralha. Logo depois, o time alvinegro voltou ao ataque.

Após rebatida errada de Rafael Vaz, Camilo rolou para o chute descalibrado de Rodrigo Lindoso.

O Botafogo conseguiu equilibrar a partida, mas os dois times seguiam com dificuldades de chegar na área adversária. Aos 27 minutos, Ailrton fez bom lançamento para Neilton que demorou a chutar e acabou bloqueado por Jorge.

O rendimento de Diego caiu por falta de ajuda dos companheiros, mas preocupados com a marcação do que em chegar na zona de ataque.

Aos 36 minutos, Rafael Vaz interrompeu um ataque alvinegro e lançou Diego que tocou para Fernandinho concluir,mas Sidão fez boa defesa e manteve o zero no placar. A partir desse lance, o Flamengo retomou o controle das ações e passou a perseguir a marcação do primeiro gol.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. E aos 15 segundos de jogo, o Botafogo chutou, pela primeira vez, com muito perigo. Neilton recebeu na intermediária e chutou forte. Alex Muralha se esticou e conseguiu desviar para escanteio. A jogada animou o time de General Severiano e, aos quatro minutos, após cruzamento de Alemão, Alex Muralha saiu mal e Pimpão cabeceou, mas a bola saiu.

Aos oito minutos, o Flamengo chegou pela primeira vez. Diego cobrou falta, ao lado da área, e a bola bateu na rede, pelo lado de fora. O segundo tempo começou mais atraente para o torcedor. Os dois times abandonaram os esquemas defensivos e passaram a procurar mais as jogadas de ataque.

Aos 19 minutos, Camilo arriscou da entrada da área, a bola desviou em Réver e assustou o goleiro Muralha. Logo depois, o goleiro rubro-negro precisou sair de soco para afastar um cruzamento perigoso na área.

O técnico Zé Ricardo decidiu trocar o ineficiente Gabriel por Marcelo Cirino, numa tentativa de aumentar a produtividade do ataque. Jair Ventura respondeu imediatamente, trocando Airton por Diogo Barbosa para reforçar a marcação na esquerda.

Aos 26 minutos, Marcelo Cirino foi lançado pela primeira vez em condições de concluir, mas chutou mal na saída de Sidão e desperdiçou a chance. O Flamengo voltou a ficar mais agressivo e o volante Willian Arão desperdiçou um bom lançamento de Diego, chutando mal. Aos 34 minutos, Emerson Sheik desarmou um adversário e chutou com perigo. A bola bateu na rede pelo lado de fora. Logo depois foi a vez de Marcelo Cirino receber bom passe e chutar por cima do travessão. A bola tirou tinta e assustou o goleiro Sidão.

A pressão do Flamengo fez o Botafogo recuar e atacar apenas nos espaços concedidos pelo adversário. Zé Ricardo ainda tentou dar mais força ai ataque rubro-negro, colocando o atacante Leandro Damião no lugar do volante Willian Arão.

Aos 44 minutos, o Botafogo teve ótima oportunidade. Após cruzamento na área, Rodrigo Pimpão foi atrapalhado pela zaga na hora de concluir e perdeu boa chance. Já nos acréscimos, o mesmo Pimpão arrancou pela intermediária, invadiu a área e chutou para fora, perdendo uma chance incrível de definir a partida. Logo depois, Joel Carli e Emerson Sheik se desentenderam e a confusão envolveu vários jogadores.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO 0 X 0 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) Data: 5 de novembro de 2016 (Sábado) Horário: 17h (de Brasília) Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO)

Cartão Amarelo: Réver, Rafael Vaz, Emerson Sheik(Fla); Airton, Victor Luiz, Sassá(Bota)

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão(Leandro Damião) e Diego; Gabriel(Marcelo Cirino), Fernandinho(Emerson Sheik) e Paolo Guerrero Técnico: Zé Ricardo

BOTAFOGO: Sidão, Alemão, Emerson Santos, Joel Carli e Víctor Luís(Gervazio Nuñez); Aírton(Diogo Barbosa), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Neilton(Sassá) e Rodrigo Pimpão Técnico: Jair Ventura

Fonte: http://www.gazetaesportiva.com/campeonato-brasileiro-serie-a/flamengo-nao-sai-do-0-a-0-com-o-bota-e-perde-chance-de-colar-no-verdao/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.