| Futebol

Flamengo não treina cobrançasde pênaltis: "Fazemos sempre"

Vanderlei Luxemburgo deixa de lado o trabalho antes do jogo contra Coritiba e diz que na hora é que define seus escolhidos: "Tem jogador que pede para não bater"

Caso o Flamengo consiga uma vitória por 3 a 0 sobre o Coritiba nesta quarta-feira, no Maracanã, a decisão da vaga nas quartas de final da Copa do Brasil será nas cobranças de pênaltis. No entanto, na véspera do confronto, o técnico Vanderlei Luxemburgo abdicou do treinamento específico com os jogadores.

Acostumado a todo tipo de competição, Luxemburgo se justificou. Ele lembrou que seus jogadores costumam treinar cobranças de pênaltis sempre depois dos trabalhos realizados no Ninho do Urubu, mas que a escolha dos nomes acontece de outra forma.

Treino Flamengo (Foto: Thales Soares)Luxemburgo conversa com jogadores no Ninho do Urubu: nada de treinar pênaltis (Foto: Thales Soares)



– Em uma competição, você às vezes ganha com quem nunca treinou. Vou deixar meu time jogar, e se precisar dos pênaltis olhamos no olho e sabemos quem vai bater. Tem batedor que pede para não bater numa situação como essa – afirmou Luxemburgo.

No Flamengo, uma variedade de jogadores tem assumido a função. Nas últimas três cobranças durante os 90 minutos, Léo Moura, Lucas Mugni e Alecsandro converteram as suas. No gol, Paulo Victor defendeu uma de Juan que ajudou o time a derrotar o Vitória por 2 a 1 domingo, em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro.

No campo, o técnico sabe que o retrospecto não garante o resultado. Antes disso, o Flamengo precisa fazer gols. Se vencer por quatro de diferença sequer vai precisar das penalidades.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.