Flamengo passa fácil pelo Madureira e aproveita teste para Libertadores

Flamengo passa fácil pelo Madureira e aproveita teste para Libertadores

Diante de um adversário fraco pela primeira rodada da Taça Rio, o Flamengo fez o que se esperava dele na preparação de olho na estreia na Libertadores. Passou pelo Madureira sem sustos, com vitória fácil e boa exibição. Diego, Paquetá, Dourado e Vinicius Junior montaram o placar de 4 a 0. Não foi a mesma exigência que será vista diante do River Plate, especialmente sobre a defesa. Mas Carpegiani pode fazer as adaptações com convicção e manter o esquema tático que escolheu nesta temporada com o time que vai estrear no torneio continental.

A partida serviu para alguns testes. A volta de Diego Alves ao gol para pegar confiança foi o mais importante. Em seguida, a sequência de Jonas na frente da zaga em substituição a Cuéllar, que está suspenso nas duas primeiras rodadas do torneio sul-americano. Embora pouco exigido, o volante foi bem na marcação e na transição. A última observação foi Rodinei em lugar de Pará. E com ele o Flamengo teve mais profundidade pela direita, com cruzamentos perigosos.

O primeiro gol foi de falta. Diego calibrou o pé e marcou pela primeira vez no ano. No segundo gol, Jonas fez belo lançamento e Paquetá escorou. De pênalti, no segundo tempo, Dourado ampliou. O centroavante não apareceu muito, mas teve papel importante para abrir espaços. A entrada de Vinicius Junior na etapa final abriu ainda mais o campo para contra-ataques. No primeiro lance, o jovem criou perigo e quase deu o quarto gol de presente. No fim, aproveitou rebote e deu números finais ao jogo.

Correndo por fora pela vaga no meio-campo, Rômulo jogou alguns minutos. Assim como o lateral Trauco, autor da última assistência. No sábado, diante do Fluminense, outros jogadores que não vem atuando devem entrar. E alguns titulares descansar. E assim o Flamengo faz do Estadual uma pré-temporada para chegar no objetivo principal sem sobressaltos.