Flamengo pede revogação da prisão de funcionário preso na Operação Limpidus

O Flamengo, por meio do advogado Michel Asseff Filho, entrou com um pedido de revogação da prisão do funcionário Cláudio Tavares, da tesouraria do clube, e aguarda o despacho do juiz do Juizado do Torcedor, que ocorrerá por volta das 16h.

Caso não seja acatado, o clube entrará com um pedido de habeas corpus na Terceira Câmara Cível. O caso está com o desembargador Paulo Rangel.

Asseff entende que não há elementos para a prisão.