| Futebol

Flamengo perde chances e invencibilidade de 19 partidas

Time de Zé Ricardo é derrotado pela Universidad Católica, no Chile, pela Libertadores

flameng - Flamengo perde chances e invencibilidade de 19 partidas

O Estádio San Carlos de Apoquindo não foi um dos alçapões que se teme na Libertadores, e o Universidad Católica não apresentou um futebol de assustar. Ainda assim, o Flamengo, que criou boas jogadas de ataque, foi incapaz de concluí-las com sucesso, e numa cabeçada do experiente Santigo “El Tanque” Silva, de 36 anos, acabou sendo punido e perdeu por 1 a 0, perdendo uma invencibilidade de 19 jogos. Com o resultado, o rubro-negro caiu para a terceira posição do Grupo 4 com três pontos, atrás dos líderes Católica e Atlético-PR, ambos com 4. O San Lorenzo não pontuou.

— A frustração é por não ter conseguido a vitória, mas fizemos um bom jogo. Faltou transformar as oportunidades em gols — lamentou Diego.

Ao contrário do que esperava, Zé Ricardo optou por uma formação mais conservado com a ausência de Mancuello. Gabriel e Berrío eram especulados para serem titulares, mas o treinador optou por Márcio Araújo. O esquema com três volantes deu liberdade a Willian Arão subir ainda mais do que o de costume ao ataque para armar e concluir.

Foi o Flamengo que mais chegou ao ataque, com cinco boas chances. Mas a chance mais clara do primeiro tempo foi do Universidad Católica. Numa falha grave, aos 20 minutos, Rafael Vaz tentou um toque para Muralha, mas o passe ficou nos pés de Tanque Silva, de 36 anos. O veterano uruguaio bateu mal, em cima do goleiro, e parecia constrangido com a oportunidade desperdiçada.

Antes disso, aos 14, Réver teve uma boa chance. Depois de escanteio cobrado por Diego, o goleiro se atrapalhou com Silva e a bola sobrou para o zagueiro rubro-negro, que não teve tranquilidade e chutou por cima do travessão. Aos 23, Arão também perdeu uma sobra dentro da área. Ele chutou forte a bola, que resvalou na trave e saiu.

As duas melhores chances do Flamengo saíram dos pés de Guerrero. Aos 30, ele cobrou uma falta frontal ao gol. Ela tinha endereço certo, mas o goleiro Toselli evitou o gol. Aos 33, chutou forte de primeira e quase marcou. A bola chegou a tocar na trave. Com um homem de criação a menos, muitas vezes o peruano saiu da área para buscar jogo e acabou abrindo espaço para a subida de outros jogadores. Num desses lances, aos 36, ele tocou para Éverton chutar por cima do gol.

Os times voltaram com as mesmas equipes para o segundo tempo. Se foi melhor no primeiro tempo, o jogo começou a mudar. Precisando da vitória, a torcida passou a criar uma atmosfera de mais pressão. Ao invés de fechar ainda mais a equipe, aos 13 minutos, Zé Ricardo optou por trocar um volante por uma atacante. E quem saiu não foi o questionado Márcio Araújo. Rômulo saiu para a entrada do colombiano Berrío. A ideia parecia ser explorar os espaços deixados pelo time chileno.

Aos 25, apareceu a grande chance para Diego. Em chute de Willian Arão, a bola bateu no braço de um chileno e o juiz marcou falta na meia-lua. Autor do primeiro gol da vitória sobre o San Lorenzo, o camisa 10 do Flamengo partiu para a cobrança. Ele bateu com categoria e a bola bateu no travessão. Na sequência, a segunda mudança no time: saiu Éverton para a entrada de Gabriel.

Três minutos depois de quase marcar, Diego se precipitou ao fazer falta próximo à lateral no campo de defesa. Os donos da casa aproveitaram. Fuenzalida levantou e Tanque Silva subiu mais do que Pará para dar uma testada com força, indefensável. Aos 33, Zé Ricardo tirou o volante Arão e colocou o quarto atacante em campo: Leandro Damião. Mas foi por pouco. Cinco minutos depois Berrío foi expulso por agredir Parot.

SAN LORENZO PERDE EM CASA

Na outra partida do Grupo 4, o Atlético-PR surpreendeu o San Lorenzo em Buenos Aires. O time brasileiro venceu por 1 a 0, gol do argentino Lucho González. Aos 30 do segundo tempo, Blandi bateu um pênalti para fora e desperdiçou a oportunidade de empatar. Foi a segunda derrota do San Lorenzo. O Atlético é o próximo adversário do Flamengo, em 12 de abril, no Maracanã.

Fonte: http://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-perde-chances-invencibilidade-de-19-partidas-21068708

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.