| Futebol

Flamengo perde para o Coritiba e não consegue se firmar no G-7

Time rubro-negro domina as ações, mas sai derrotado por 1 a 0 fora de casa

flameng - Flamengo perde para o Coritiba e não consegue se firmar no G-7

Em visível queda de rendimento na reta final do Brasileiro, o Flamengo ligou o sinal de alerta de vez após a derrota desta quinta-feira para o Coritiba, por 1 a 0. Além da sequência de maus resultados — só uma vitória nos últimos cinco jogos —, que já ameaça a permanência no G-7, é preocupante a falta de sinergia no time rubro-negro. Com 11 jogadores melhores que os do rival, o Flamengo não se provou como conjunto superior.

TABELA: Confira a classificação e os resultados do Brasileiro

No primeiro tempo, embora tenha sofrido gol de Cléber Santos logo no início, o Flamengo não tinha atuação ruim. Pelo contrário: com amplo domínio das ações ofensivas e precisão defensiva para impedir contragolpes do Coritiba, o time rubro-negro praticamente não foi ameaçado. E teve duas chances clara de gol. Aos cinco, Everton Ribeiro saiu da direita para o meio e exigiu boa defesa de Wilson com um chute de primeira, após passe de Renê. O goleiro do Coritiba voltou a brilhar aos 17, quando mostrou reflexo em finalização de Everton e abafou o rebote nos pés de Paquetá.

Era nítido, porém, que faltava algo. Nomes importantes como o meia Diego, o zagueiro Juan e até o garoto Lucas Paquetá estavam abaixo do que costumam render na parte técnica. A sorte também não sorria para o Flamengo: além das defesas de Wilson, goleiro revelado na Gávea, o time rubro-negro perdeu Everton, um de seus principais nomes na temporada, com um problema muscular na coxa direita. Everton Ribeiro, melhor opção ofensiva na noite desta quinta, atuava na faixa do campo justamente do melhor jogador do Coritiba, o lateral Thiago Carleto — que deu assistência para o gol de Cléber e fez ótima exibição defensiva depois disso.

Os casos individuais refletiam, na verdade, problemas mais profundos: a velha conhecida dificuldade para manter alto desempenho durante os 90 minutos, que acompanha o time desde os tempos de Zé Ricardo, e também uma aparente falta de convicção na unidade coletiva. Os jogadores demoravam a soltar a bola; quando o faziam, raramente arriscavam além do óbvio. É impossível dizer o quanto a pressão por resultados, explicitada no protesto de torcedores na terça-feira, foi determinante para este aspecto. De todo modo, não pode servir de justificava para a atuação quase sempre estéril no Couto Pereira.

— Não adianta ter o controle do jogo e não fazer o gol. Eles não chegaram, mas lá na frente não soubemos aproveitar os espaços. Não pode ser assim todo jogo. Temos que mudar — resumiu Everton Ribeiro após o fim do jogo.

Rueda tentou mudar o panorama da partida lançando Vinícius Jr. no segundo tempo. Em meio à apatia do time, o jovem atacante mostrou-se nervoso: levou cartão amarelo por reclamação,e está suspenso — assim como Renê e Paquetá — da próxima partida, contra o já campeão Corinthians — decisiva para as pretensões de G-7.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-perde-para-coritiba-nao-consegue-se-firmar-no-7-22078087

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.