O Flamengo pode voltar a jogar na cidade do Rio de Janeiro ainda neste ano, mas não no Maracanã, como espera boa parte da torcida rubro-negra. Segundo o site ​UOL Esporte, o clube mantém conversas com o governo federal para mandar algumas partidas na arena olímpica de Deodoro.

Construído para os Jogos do Rio, o estádio é temporário e tem capacidade para 15 mil pessoas. Ele recebeu as seguintes modalidades: rúgbi, pentatlo e futebol de sete (esporte paralímpico). Além do governo federal, as Forças Armadas também devem autorizar o clube a utilizar o espaço, já que a arena fica em uma área do Exército.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, revelou que o clube já fez um contato oficial com o governo e vê boas chances do negócio ser concretizado.

"O Flamengo já registrou oficialmente o pedido para mandar jogos ainda neste ano e no ano que vem no Estádio de Deodoro. Me parece positivo", disse o ministro, em entrevista ao veículo da UOL.

Sem poder atuar no Maracanã por conta das Olimpíadas, o Flamengo tem mandado suas partidas em estádios como o Mané Garrincha, em Brasília, e o Kléber Andrade, em Cariacica. O Mário Filho será devolvido pelo Comitê da Rio 2016 apenas no fim de outubro.

​​

​​