Rômulo não joga desde o dia 18 de março e vem se recuperando de um incômodo na panturrilha direita. O volante é quem tem mais chances de jogar e a ideia é que o clássico contra o Alvinegro sirva para o meio-campista pegar ritmo de jogo para estar em campo contra o Atlético-PR, pela Copa Libertadores, no dia 26.

Já Ederson não entra em campo desde a fatídica entrada de Fagner, no jogo contra o Corinthians, em julho do ano passado. Essa é a segunda lesão importante do meia desde que ele chegou ao Flamengo, em 2015. O camisa 10 tem treinado com desenvoltura e se destacado nas finalizações. Com a ausência de Diego, a tendência é que Ederson não demore a voltar.

​​

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)