| Futebol

Flamengo receberá mais R$ 2 milhões da Lei Pelé para custeio dos Esportes Olímpicos

Cara Nação Rubro-Negra,

Continuando com as boas notícias vindas como fruto da decisão em nos tornarmos  um clube-cidadão, anunciamos que o nosso Flamengo, como importante formador de atletas olímpicos, foi oficialmente contemplado com mais R$ 2 milhões relativos ao segundo chamamento de recursos da Lei Pelé. Dessa vez, o edital abrangia  projetos para a cobertura ao pagamento de viagens, hospedagens e taxas federativas de todos os esportes olímpicos disputados pelo clube. Vale registrar que este era o valor máximo que poderia ser requisitado individualmente nessa etapa

Esta é mais uma vitória para todos os rubro-negros e para os mais de 1 mil atletas e 150 profissionais de nossas comissões técnicas que vergam o manto sagrado no Brasil e pelo mundo afora. 

Esta nova conquista prova que parte dos impostos pagos em dia acaba retornando ao nosso clube da forma mais saudável, unindo o ganho financeiro ao reforço de imagem e credibilidade da instituição, em um ciclo virtuoso que só tende a se expandir nos próximos anos. Isto comprova, mais uma vez, que o caminho da correção , seriedade  da cidadania não pode mais deixar de ser trilhado pelo nosso Clube

Para que você possa entender como chegamos a mais esta grande vitória, relatamos abaixo os passos que demos até aqui:

- Em agosto/14, o Flamengo, detentor das certidões negativas de débito, foi considerado apto a receber a verba da Lei Pelé, fazendo parte de um seleto grupo de apenas 16 clubes em todo o Brasil que conseguiu atender às exigências do Edital.
 
- Em outubro/14, no primeiro chamamento (aquisição de equipamentos), recebemos R$ 5,4 milhões que serão utilizados para a compra de infraestrutura para o remo, canoagem, judô, ginástica artística e voleibol, além da nossa futura piscina Myrtha, a mais moderna do mundo, que será usada para a natação, pólo aquático e nado sincronizado. 

- Com os R$ 2 milhões agora recebidos para despesas correntes, o Flamengo, o único clube de futebol na seleta lista, reafirma sua posição de primeiro lugar – aliás, onde devemos estar sempre em rankings positivos – no recebimento de recursos oriundos da Lei Pelé, totalizando R$ 7,4 milhões nos dois primeiros editais. 

Já estamos nos preparando para os próximos chamamentos que estão para ser anunciados. Cabe lembrar que, diferentemente das leis de incentivo, em que após as aprovações precisamos buscar empresas que queiram nos apoiar (realocação de impostos a pagar para investimentos em nosso clube),  os recursos da Lei Pelé, por serem oriundos de um fundo formado por 0,5% da arrecadação das loterias para a formação de atletas olímpicos, já são depositados diretamente na conta dos respectivos projetos.

Nós, do Conselho Diretor do Clube de Regatas do Flamengo reafirmamos nosso inegociável compromisso de ser um clube poliesportivo,  com o objetivo de formação de cidadãos e atletas de maneira responsável e em beneficio da sociedade . A velha máxima - "Craque, o Flamengo faz em casa" – é nossa obsessão diária, não somente para o futebol e sim para todo o esporte rubro-negro.  Estamos trabalhando diuturnamente para aproveitar esse ciclo até a Olimpíada de 2016,  reformando a Gávea e reconstruindo o nosso esporte olímpico, dentro e fora das arenas esportivas. Temos a consciência que é obrigação do Flamengo, o maior clube do Brasil, liderar o processo de transformações do esporte em nosso país..

Uma vez Flamengo, sempre Flamengo. Saudações rubro-negras,

CONSELHO DIRETOR DO CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20575/flamengo-recebera-mais-r-2-milhoes-da-lei-pele-para-custeio-dos-esportes-olimpicos-

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.