| Futebol

Flamengo reencontra Oswaldo de Oliveira na estreia do Brasileiro

flameng - Flamengo reencontra Oswaldo de Oliveira na estreia do Brasileiro

O confronto do Flamengo contra o Sport, neste sábado, marca o reencontro do Rubro-Negro carioca com o técnico Oswaldo de Oliveira. No ano passado, o treinador comandou o time durante parte do Campeonato Brasileiro, ao assumir após a demissão de Cristóvão Borges.

Na segunda passagem pelo Flamengo como técnico, Oswaldo de Oliveira teve oito vitórias, três empates e sete derrotas, em três meses à frente do time. Aproveitamento de 50%. Ele chegou a levar a equipe ao G4, mas houve queda de rendimento e o Rubro-Negro terminou o campeonato em 12°. O treinador deixou o clube lamentando muito.

– É doloroso, queria ter a oportunidade de continuar. Minha experiência mostra isso. Toda vez que tive continuidade, sempre fiz trabalhos muito bem-sucedidos. Estou triste, queria continuar. Acho que poderia construir muito com essa gestão. Fica aquela sensação do inacabado - disse o treinador, na despedida, em entrevista no Ninho do Urubu.

Oswaldo de Oliveira assumiu o Sport na reta final do mês de abril. Sob seu comando, o time foi vice-campeão estadual. Agora, ele mira um bom trabalho no Brasileiro.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/reencontra-oswaldo-oliveira-estreia-brasileiro.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário

André MacêdoHá 6 meses

Um bom técnico esse Oswaldo, mas não deu certo no Flamengo! O Flamengo era muito grande para ele! Espero que os nossos jogadores joguem com Raça, que os nossos laterias além de apoiar voltem para ajudar na defesa, assim como como os outros ue estuverem no meio e na saída saiam de forma mais organizada, uum perto do outro tocando a bola e diminuindo os espaços e os erros de passe! Infelizmente, no flamengo se faz necessário a palavra da moda: "compactação" que é a arma dos times como os brasileiros, ou seja sem grandes jogadores (a Europa, e hoje até Rússia, China, Turquia entre outros mercados B roubam os talentos do Brasil pela famigerada lei Pelé e o fim do passe) tem que fazer!Interessante que antigamente o time formava jogadores na base e o seu passe vinculado ao time formador garantia a esse um retorno por essa foormação! Hoje o vínculo entre time e jogador é muito fraco! O Cara ameaça ter talento e já vem o empresário se mete no meio, enche a bola do moleque, faz ele achar que é astro e leva ele do clube para se enfiar num buraco na Europa ou em mercados B, C D e demais sem expressão! O Jogador nem termina a firmação! Não se liga ao time e nem ao Brasil... daí nossos times se endivvidam, fracassam na maior parte das vezes e a seleção se afunda...

Carregar mais