Flamengo reforçará segurança em portões do Maracanã na estreia da Libertadores

Flamengo reforçará segurança em portões do Maracanã na estreia da Libertadores

Em reunião de segurança realizada nesta segunda-feira para a estreia do Flamengo na Libertadores, no Nilton Santos, ficou definido que seguranças privados vão reforçar a contenção nos portões do estádio. O Grupamento Especial de Policiamento em Estádios vai ficar responsável pelo entorno, para evitar aglomerações de torcedores na partida contra o River Plate.

Vale lembrar que é o primeiro jogo que o Flamengo cumpre a punição da Conmebol e entra em campo com portões fechados, sem torcida. Mesmo assim, o Flamengo deu ênfase á prevenção para não ter quaisquer problemas. O efetivo de segurança privada e policiais será definido hoje pelo clube e pelas autoridades de segurança ligadas à intervenção federal no Rio.

A maior preocupação é que haja manifestação de torcedores do lado de fora do Nilton Santos, especialmente organizadas. As torcidas tiveram o plano de sócios suspenso depois da confusão no Maracanã no ano passado. Qualquer episódio semelhante pode complicar a situação do clube na Conmebol.

Além de não ter torcida, o Flamengo precisa enxugar a sua delegação. Entre jogadores, comissão técnica e diretoria, a Conmebol autoriza apenas 70 pessoas no estádio. Nos dois clubes. No caso do mandante, o desafio de sacar da lista é maior. Não serão permitidos convidados de dirigentes e jogadores.