| Futebol

Flamengo relança Anjo da Guarda Rubro-Negro na Gávea

Eduardo Bandeira de Mello, Alexandre Póvoa e Marcelo Vido apresentam projeto que chega à terceira edição, ao lado de atletas e imprensa

Todo rubro-negro que declara imposto de renda já pode, por mais um ano, investir nos esportes olímpicos do Flamengo sem custo nenhum, apenas deduzindo 6% do valor devido à Receita Federal para o clube. Na manhã desta terça-feira (20.10), dirigentes e atletas do Mais Querido se reuniram no auditório Rogerio Steinberg, na sede social da Gávea, para relançar o projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, que chega à terceira edição.

Clique aqui e saiba como participar! Cerca de 700 atletas de oito modalidades são beneficiados pelo Anjo da Guarda Rubro-Negro e contam com você. As doações começam nesta terça-feira e vão até o dia 26 de dezembro de 2015. Isentos também podem ajudar. Acesse o site do Anjo e saiba como.

No site, você aprende passo a passo como colaborar e pode fazer uma simulação de sua declaração. Já há três projetos liberados para captação: Esportes Terrestres, Esportes Aquáticos e Remo e Canoagem. Pessoas jurídicas colaboram com 1% e físicas com 6%. A partir de novembro, os projetos de esportes coletivos de base (vôlei e basquete) também estarão disponíveis.

Veja quais são os maiores símbolos da campanha:

- Retomada de equipes adultas de judô e ginástica
- Retorno de Jade Barbosa à ginástica artística rubro-negra
- Autossustentabilidade financeira do departamento de esportes olímpicos
- Pioneirismo e inovação com o projeto CUIDAR, de ciências do esporte, que começa em novembro deste ano

Confira os principais trechos da coletiva:

Bandeira de Mello

- Pelo terceiro ano consecutivo estamos aqui reabrindo o Anjo. Programa extremamente vitorioso que já faz parte do calendário rubro-negro. Não vejo motivo pelo qual algum rubro-negro que paga imposto de renda não dedique 6% dele ao clube, que hoje é responsável e aplica com austeridade seus recursos a não ser por falta de informação.

Alexandre Póvoa
- Espero que esse seja um programa eterno, para todos os anos. Como o Eduardo (Bandeira de Mello) falou, é uma oportunidade que a pessoa física tem de contribuir com o Flamengo sem custo nenhum. Infelizmente, a lei deixa o prazo até dezembro de fazer essa opção, e não abril, mas estamos brigando para mudar isso. Com R$ 4 milhões de imposto de renda, sendo R$ 2,3 milhões de pessoa física pelo Anjo, R$ 30 milhões de ICMS e R$ 7 milhões da Confederação Brasileira de Clubes (CBC), tornamos o esporte olímpico do Flamengo sustentável. Sem contar com os R$ 4 milhões investidos em estrutura do Comitê Olímpico Dos Estados Unidos (USOC). O maior legado olímpico que pode ser deixado é a mudança na sociedade. É o Flamengo quer ser protagonista neste processo, como já vem sendo.

- Para um clube do tamanho do Flamengo, o que conseguimos até hoje é pouco, pela grandeza do clube. Mas temos ainda assim o maior programa de doação pulverizada de apoio ao esporte do país. Conseguimos criar uma plataforma segura e acessando o site a pessoa que deseja participar pode participar, sem preocupações. Não recebemos nenhuma queixa sobre cair na malha fina. Representantes de todos os estados podem participar, mesmo que sejam isentos do imposto de renda.

- O Anjo não é só um projeto esportivo, como também social. Cerca de dois terços dos atletas do clube são de comunidades carentes.

Marcelo Vido
- Passamos por um momento difícil em 2013 e renascemos, investindo em estrutura, equipamentos, marketing, novos talentos. Os projetos incentivados são uma grande parte da nossa receita. Buscamos fortalecer nossa Escola de Esportes, hoje temos parceiros da educação, com faculdades e colégios.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/22385/flamengo-relanca-anjo-da-guarda-rubro-negro-na-gavea

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.