• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo se solidifica como ataque mais positivo do país e tenta assumir topo também no Brasileirão

Na última segunda-feira (18), o Flamengo venceu o Goiás por 3 a 0 e retornou à briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Com 52 pontos, e um jogo a menos que os líderes, o Mais Querido só depende dele para ser campeão e defender o caneco. Porém, a sequência do Rubro-Negro é complicada, e o elenco precisará se superar para buscar os objetivos. Porém, o Mengo leva ampla vantagem em uma estatística importante na temporada: o melhor ataque. Com 113 gols, o Fla é o líder disparado do país.

Curiosamente, só o trio de ataque do Mais Querido já sustenta muitas equipes por aí. Ao todo, Bruno Henrique, Gabigol e Pedro já marcaram 61 gols, ou seja, mais da metade dos tentos do rubro-negro na temporada. Mesmo com uma coleção de centroavantes do mais alto nível, ainda sobra espaço para outras peças brilharem, como Arrascaeta e Éverton Ribeiro. A dupla mágica do meio-campo já balançou as redes quase 20 vezes e resolvem também nas assistências.

CONFIRA ESTATÍSTICAS DO FLAMENGO NA TEMPORADA:

113 gols marcados
80 assistências
1,85 gol por jogo

Além das estatísticas já mencionadas, a média de gols também assusta, principalmente por conta dos empecilhos da temporada. Assolado pela pandemia do coronavírus, o Flamengo mudou de treinador três vezes, conviveu com um surto de COVID-19 e teve inúmeras lesões e convocações de atletas do sistema ofensivo. Mesmo assim, manteve altos padrões, e alguns substitutos, como Pedro, deram conta do recado. Porém, o principal problema ainda é a eficiência nos arremates, principalmente em grandes chances criadas.

Com pouco tempo para ajustes, Rogério Ceni tenta manter a equipe confiante visando o próximo compromisso. Flamengo e Palmeiras se enfrentam nesta quinta-feira (21), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida contará com exibição do Premiere FC, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, com Rafa Penido no comando.

Publicado em colunadofla.com.