| Futebol

Flamengo sofre pressão, mas vence a LSB para continuar 100% no NBB 7

Num duelo equilibrado em Sorocaba, rubro-negros chegam à vitória por 97 a 92 graças à vantagem construída no primeiro quarto, o único vencido pelo time carioca

  1. Torcida x talento
  2. Eficiência x "Eu acredito"
  3. escalações

A Liga Sorocabana de Basquete (LSB) bem que tentou endurecer a partida diante do atual bicampeão do Novo Basquete Brasil (NBB). Em duelo realizado nesta sexta-feira, no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba, o Flamengo foi mais regular, apesar da pressão sofrida em boa parte da partida, e conseguiu vencer por 97 a 92.

Comandados por Marcelinho e Marquinhos, que anotaram 24 e 21 pontos, respectivamente, os rubro-negros venceram apenas o primeiro quarto, com uma diferença de sete pontos (26 a 19), e asseguraram a segunda vitória na sétima edição do NBB, mantendo a invencibilidade e os 100% de aproveitamento – na estreia do nacional, o Flamengo superou o Paulistano. A Liga Sorocabana, com uma vitória e uma derrota, ainda terá mais dois jogos em casa na sequência da competição. O ala-armador Cauê Borges, com 21 pontos, foi o cestinha da equipe no duelo.

Liga Sorocabana LSB x Flamengo, pelo NBB 7 (Foto: Divulgação / Focaliza)Liga Sorocabana contou com o apoio da torcida, mas Flamengo foi mais eficiente (Foto: Divulgação / Focalize)



Na terceira rodada a Liga Sorocabana recebe o Rio Claro. A partida acontece na próxima quarta-feira,  às 20h, no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba. O Flamengo entra em quadra no mesmo dia e horário contra o Franca, no Tijuca Tênis Clube, em sua estreia em casa na atual edição do NBB.

01

Torcida x talento

Empurrada pela torcida, a Liga Sorocabana começou a partida impondo certa pressão no Flamengo. Com o pivô Guilherme Hubner controlando as ações, a equipe do interior paulista abriu 6 a 0. Logo a pequena vantagem começou a ser derrubada pelo Flamengo. Na base da paciência e muita habilidade, Marcelinho foi quem tratou de virar a partida para os cariocas.

Não foi apenas o placar do ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba, que sofreu um apagão. Muito nervosa, a Liga Sorocabana não conseguiu conter os ataques do Flamengo que, com 14 pontos de Marcelinho, fechou o primeiro quarto em 26 a 19.

saiba mais
  • Veja a tabela e a classificação do NBB 7
  • Blog Garrafão Rubro-Negro: Na personalidade do guerreiro – Marquinhos é decisivo na vitória rubro-negra em Sorocaba

Ao contrário do primeiro quarto, o Flamengo abusou dos erros de passes e finalizações na segunda etapa. Além disso, o destaque do primeiro quarto, Marcelinho, fez apenas dois pontos em todo o período. Mais sólida e com a pressão dos torcedores, a Liga Sorocabana conseguiu igualar as ações e aproveitar as seis faltas que os cariocas cometeram. Mesmo com os 11 pontos anotados pelo ala-armador Cauê Borges, a Liga Sorocabana conseguiu apenas empatar o período: 26 a 26. Fim do primeiro tempo da partida e vantagem para o Flamengo no placar: 52 x 45.

01

Eficiência x "Eu acredito"

Na volta do intervalo, a Liga Sorocabana parece não ter absorvido a bronca dada pelo técnico Rinaldo Rodrigues no vestiário. Desligada, a equipe paulista viu os rubro-negros abrirem 8 a 0, puxados mais uma vez por Marcelinho. Foi necessário o pedido de tempo para que o treinador consertasse os erros e permitisse que a sua equipe empatasse também o terceiro quarto, agora em 18 a 18. Marcelinho, pelo Flamengo, e Thiago Marcelo, pela LSB, com oito pontos cada, foram os cestinhas do quarto.

Liga Sorocabana LSB x Flamengo, pelo NBB 7 (Foto: Divulgação / Focalize)O ala/pivô argentino Walter Herrmann teve boa atuação, com 17 pontos e sete rebotes (Foto: Divulgação / Focalize)

Precisando tirar a vantagem construída pelo Flamengo no primeiro quarto de jogo, a Liga Sorocabana foi para o último quarto pressionando o adversário. Diante de mais de 1.300 torcedores, a LSB iniciou os primeiros minutos no ataque e abriu 6 a 2, resultado que fez o técnico José Neto pedir tempo.

Com a vantagem de apenas três pontos, 72 a 69, o Flamengo ainda viu a LSB marcar mais dois pontos após o pedido de tempo e incendiar os torcedores, que gritavam em coro “Eu acredito”, numa alusão ao grito da torcida do Atlético-MG durante a incrível vitória por 4 a 1, da última quarta, que eliminou os rubro-negros da Copa do Brasil. Quando tudo indicava uma virada no placar e nos rumos da partida, o ala Marquinhos entrou em ação para acalmar os ânimos no lado do Flamengo e deixar os rubro-negros novamente com sete pontos à frente no placar.

Nem o pedido de tempo feito pelo técnico Rinaldo Rodrigues permitiu a Liga Sorocabana voltar a sonhar com a primeira vitória na história em cima do Flamengo – até então, em seis confrontos pelo NBB, o Flamengo havia vencido todos. Afobada, a equipe paulista errou muitos passes e arremessos da linha dos três pontos.

Ainda deu tempo para o placar do ginásio em Sorocaba apagar e protagonizar alguns minutos de espera até ser consertado. Pressionando o Flamengo, a Liga Sorocabana venceu o último quarto por 29 a 27, mas não a partida: 97 a 92 para os cariocas.

01

Escalações

Liga Sorocabana: Thiago Marcelo, Tarvin Gaines, Schneider, Gaúcho e Guilherme Hubner. Entraram: Mafra, Cauê Borges, Lupa e Jeff Agba.

Flamengo:  Laprovitolla, Marcelinho, Marquinhos, Herrmann e Meyinsse. Entraram: Benite, Olivinha, Gegê e Felício.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.