| Futebol

Flamengo supera Cimarrones e fecha primeira fase com 100%

Com duplo-duplo de Olivinha, Flamengo supera terceiro quarto ruim e conquista terceira vitória

flameng - Flamengo supera Cimarrones e fecha primeira fase com 100%
Era vencer e comemorar a liderança. No grupo mais forte da Liga Sul-Americana, o Flamengo saiu incólume com três vitórias em três jogos, além de trazer a liderança na bagagem. Nesta quinta-feira, na última participação do time na primeira fase, novo triunfo, desta vez sobre os donos da casa, o Cimarrones del Choco por 80x70, com grande atuação de Olivinha, que anotou o seu primeiro duplo-duplo oficial da temporada, com 14 pontos e 16 rebotes. Depois do jogo, o ala-pivô comentou sobre sua atuação e a classificação do Flamengo. 

"A gente veio aqui com o objetivo de terminar na primeira colocação. Sabíamos que seria difícil. Foram três jogos muito duros, mas conseguimos as vitórias e saímos com o dever cumprido. Fico muito feliz de conseguir a classificação e terminar o grupo na primeira colocação. E sair da partida como cestinha, além de ter feito o duplo-duplo, esse é o meu trabalho e estou no Flamengo para isso", afirmou o craque da camisa 16. 

O jogo

Valia a liderança, valia a afirmação e era contra o time dono da torcida local. O Flamengo não quis nem saber e saiu na frente com JP Batista, mas o Cimarrones emendou dois ataques e virou para 2x5. Por pouco tempo. Olivinha e JP botaram o FlaBasquete na frente de novo e seguiu assim. O time se sentia mais solto, com direito a assistência de costas de Olivinha para enterrada de Marquinhos. O ala estava com a mão afiada, como na partida anterior. Logo em seguida, mandou de três e marcou seu sétimo ponto no jogo. Ramon deu sequência com outro lance de fora da zona e aí não teve jeito. Flamengo 17x10, e o técnico Plinio Rosero parou o jogo. Funcionou? Não. Na volta, Cubillan fez mais uma de três e o Mais Querido ampliou para 10 a diferença. Empurrados pela torcida, os donos da casa reagiram e marcaram sete pontos na sequência, mas Marquinhos invadiu o garrafão, cravou mais uma e fechou o quarto 23x17. 

O segundo quarto começou melhor para os colombianos, que emplacaram cinco pontos em seguida. Mas logo o Flamengo se acertou em quadra e botou o jogo no ritmo de novo. E a equipe foi melhorando com o passar dos minutos, só ampliando e dando show, com direito a ponte aérea de Ramon para MJ para fazer 38x26. Daí foi só segurar e tocar a bola para fechar o primeiro tempo (bem) na frente com 42x29. 

Com a ampla vantagem, o Flamengo diminuiu o ritmo e os colombianos chegaram no terceiro período. A diferença que foi de 13 caiu para dois, quando Neto parou o jogo para acertar o time. MJ Rhett entendeu o recado, invadiu o garrafão, tirou todo mundo do caminho e cravou mais uma. Porém, o Cimarrones seguiu no ritmo da torcida, aproveitou erros seguidos do FlaBasquete e virou o jogo na enterrada de Michaell Jackson. O Flamengo tentou se achar, mas as bolas do Cimarrones continuavam caindo, como a de Carraway, faltando 18 segundos, que marcou 53x58 no fim do período. 

Tempo para respirar e acertar a equipe. O último quarto foi um jogo de lá e cá. O Flamengo correndo atrás e o Cimarrones mantendo a diferença na casa dos seis, sete pontos, até Cubillan marcar de três e reduzir para 60x63. Olivinha usou a mesma receita e empatou. O Cimarrones abriu de novo, depois que JP tocou a tabela quando a bola estava no aro. E coube ao próprio JP, em lance que sofreu falta, empatar de novo. Foi quando o FlaBasquete acordou e voltou a mandar no jogo. Olivinha já tinha alcançado seu duplo-duplo na partida e liderava a vitória. Não tinha mais como os colombianos chegarem. Pecos finalizou com dois lances livres e jogou a pá de cal no resultado final para mais um triunfo do Flamengo. 

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.  

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/26104/flamengo-supera-cimarrones-e-fecha-primeira-fase-com-100

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.