• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • OCTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo supera metas orçamentárias e mira faturamento recorde em 2021

O Flamengo começou um processo de reconstrução e a colher os benefícios ao longo dos anos. Desde 2019, os títulos se tornaram mais frequentes e o plantel mais recheado de craques. Contudo, com a pandemia da Covid-19, no início de 2020, a receita do clube correu riscos com a paralisação do futebol. Dessa forma, o Rubro-Negro mesmo em meio aos desafios conseguiu um equilíbrio, diminuiu a dívida e aumentou a receita. O Vice de Finanças, Rodrigo Tostes, explicou as metas e o possível faturamento recorde em 2021.

– Em um ano de pandemia, sem bilheteria e com queda de sócio-torcedor, mantivemos performance esportiva e conseguimos aumentar receita, diminuímos dívida e aumentamos investimento. Como foi feito? Com trabalho em conjunto. Jurídico, futebol, financeiro, marketing… O processo de gestão de custos. Seguramos para não gastar o que não era essencial. No futebol, tivemos de venda bruta (sem descontar a comissão de empresários, por exemplo) um valor de R$ 100 milhões a mais do que o orçamento previa – contou Tostes ao GE.

O clube conseguiu bater a meta de vendas em 2021 e atingiu mais de R$ 100 milhões. Isso porque, faturou com transferências de anos anteriores, como foi o caso de Pablo Marí, que rendeu mais uma quantia ao Mais Querido. As saídas de Lincoln, Yuri, Thuler, Nathan e do titular Gerson ajudaram o clube a manter o equilíbrio do time no cenário nacional.

O clube mira um faturamento recorde nesta temporada e a classificação para as semifinais da Copa do Brasil vai ajudar na meta. O Flamengo entra em campo contra o Grêmio, nesta quarta-feira (15), às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. A classificação ficou bem encaminhada depois do triunfo por 4 a 0, no duelo de ida na Arena Tricolor. Vale lembrar que o Mengo dominou a partida mesmo com a expulsão de Isla no primeiro tempo.

Publicado em colunadofla.com.