De acordo com a reportagem do site ​UOL Esporte, a vontade maciça da diretoria é de que haja mudanças no elenco, na comissão técnica e até mesmo no departamento de futebol. O primeiro obstáculo quanto a isso, porém, é convencer o presidente Eduardo Bandeira de Mello de que mexidas radicais são o melhor caminho para dentro de campo o time entrar nos eixos.

Mas não é só. Existe uma lista extensa de jogadores que, em tese, estariam com os dias contados na Gávea. Nomes como Muralha, Márcio Araújo, Rafael Vaz, Romulo, Gabriel e Geuvânio parecem não ter mais clima nem espaço no Rubro-Negro. No entanto, todos têm pelo menos mais um ano de contrato, o que dificulta a rescisão. A saída deverá ser uma série de empréstimos (com o clube arcando com parte dos vencimentos). Além disso, falam no desligamento do preparador de goleiros Victor Hugo e do coordenador de psicologia Fernando Gonçalves.

Por fim, quem definitivamente já sabe que não continuará no Flamengo é a dupla argentina. Tanto Conca quanto Mancuello já foram informados de que não permanecerão. O primeiro não terá seu contrato renovado (acaba em 31 de dezembro), enquanto o segundo deve ser envolvido em alguma transação com o futebol do exterior (México e a própria Argentina surgem como destinos mais prováveis).