| Futebol

Flamengo terá embate de bons retrospectos contra o Atlético-PR

Rubro-negro carioca embarcou para Curitiba nos braços da torcida

flameng - Flamengo terá embate de bons retrospectos contra o Atlético-PR

Sem saber o que é derrota para um clube brasileiro há mais de seis meses, desde outubro de 2016, quando perdeu para o Internacional, o Flamengo viajou nesta segunda-feira para Curitiba com missão de dar fim a um retrospecto maior do que o seu. O Atlético-PR está há sete meses sem revés na Arena da Baixada. Para incentivar o time, centenas de torcedores rubro-negros foram nesta segunda-feira ao Aeroporto Santos Dumont prestigiar o embarque para Curitiba.

Lá, o adversário desta quarta-feira tem 13 vitórias e sete empates em 20 jogos. A última derrota aconteceu diante do Grêmio, pela Copa do Brasil do ano passado. E a última vez em que o Flamengo venceu o Atlético-PR em Curitiba foi em 2011, pela Copa Sul-Americana. O time carioca, por sua vez, ostenta a marca de 25 partidas sem perder para um time brasileiro, com 16 vitórias e nove empates. Nas últimas quatro vezes que jogou na Arena da Baixada, empatou duas e perdeu duas.

Nesta quarta-feira, o empate pode ser um bom resultado, dependendo do que acontecer no jogo desta terça-feira entre Universidad Católica e San Lorenzo, na Argentina. Caso os chilenos vençam, ultrapassam o Flamengo na liderança do Grupo 4 provisoriamente.

Em 2017, o Atlético Paranaense mandou 11 jogos em casa. Venceu cinco e empatou seis. Para se preparar, o Flamengo treinou nesta segunda-feira em um clube com gramado sintético, como o da Arena da Baixada. Os titulares treinam nesta terça-feira no próprio estádio.

O Flamengo, que volta à Libertadores sem Diego, lesionado, deverá enfrentar o Atlético-PR com a formação que o técnico Zé Ricardo utilizou no Estadual. A presença de três volantes - Márcio Araújo, Willian Arão e Rômulo - será confirmada nesta terça-feira, com Gabriel e Everton alternando pelo meio-campo para servir a Paolo Guerrero.

A única dúvida para a partida é a escalação do argentino Donatti. O zagueiro viajou para Curitiba, mas treinou com o grupo, depois de ficar fora de algumas atividades e também do jogo contra o Botafogo no domingo. Se participar do coletivo normalmente e seguir sem apresentar dores, pode ser uma novidade. Caso contrário, Rafael Vaz volta a formar dupla com Réver. Sem Berrío, suspenso, o treinador também não terá Marcelo Cirino, que foi emprestado ao Internacional.

Além de Everton e Gabriel, surgem como opção de ataque Matheus Sávio e Mancuello, que perdeu espaço no time, mas se acostumou a fazer a função de lado de campo e deve ser opção no decorrer da partida. A formação com dois atacantes também é possível: Leandro Damião e Felipe Vizeu viajaram para Curitiba.


Seja o primeiro a comentar

Fonte: http://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-tera-embate-de-bons-retrospectos-contra-atletico-pr-21251261