| Futebol

Flamengo vence América-RN e fica a um empate da semi da Copa do Brasil

Gol de Gabriel garante triunfo carioca na Arena das Dunas. Mecão terá de vencer por dois gols no Rio (ou por um, desde marque ao menos dois)

  • momento decisivo

    24 segundos

    O segundo tempo mal havia começado, e o Fla conseguiu marcar o seu gol, com Gabriel, recebendo passe de Alecsandro para garantir a vitória.

  • mina de ouro

    Lateral direita

    Às costas do ala esquerdo Arthur Henrique, do América, o Fla criou suas melhores chances na partida. Por ali, Léo Moura desfilou no 1º tempo.

  • repeteco?

    Vai dar, Mecão?

    Com a derrota em casa, América precisará se desdobrar no Maracanã para avançar às semifinais. Contra o Fluminense, deu certo.

O Flamengo deu um passo decisivo rumo às semifinais da Copa do Brasil. Com um gol de Gabriel, o Rubro-Negro venceu o América-RN, por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena das Dunas, em Natal, e está a um empate da classificação. O jogo de volta será no dia 15, no Maracanã, e o Mecão precisará vencer por dois gols (ou por um, desde que marque ao menos dois). Se devolver o 1 a 0, o time potiguar força a decisão por pênaltis. Surpreender no Maracanã não será novidade para os potiguares: na terceira fase, após perder por 3 a 0 para o Fluminense, em casa, a equipe nordestina venceu por 5 a 2 no Rio e se classificou.

saiba mais
  • Tempo Real: todos os lances da partida
  • Tabela e confrontos da Copa do Brasil

O América volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Joinville, às 21h (horário de Brasília), pela Série B do Campeonato Brasileiro. Já o Flamengo recebe o Santos, também no sábado, mas às 16h20 (Brasília), pelo Brasileirão.

américa-rn x flamengo (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)Jogadores do Flamengo festejam com Gabriel o gol da vitória (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)

O JOGO

O América começou pressionando, com o meia Arthur Maia coordenando as ações, e Rodrigo Pimpão dando trabalho pelo lado direito. O Flamengo, acuado, tinha dificuldades para sair jogando e abusava dos chutões. O domínio potiguar durou pouco, porém. Aos poucos, o Rubro-Negro foi se soltando, mas seguia sem conseguir jogar pelo meio. A saída era pela direita, com Léo Moura às costas de Arthur Henrique. O ala rubro-negro criou boas jogadas por ali. A principal delas, aos 25 minutos: ele cruzou para Alecsandro, que chutou a gol. Fernando Henrique deu rebote, e Márcio Araújo marcou. O lance, porém, foi anulado, pois Alecsandro estava impedido.

O Flamengo voltou aceso para o segundo tempo e abriu o placar com apenas 24 segundos de bola rolando. Tiago Dutra perdeu disputa no meio-campo. Evertou tomou a posse, deu para Alecsandro, que abriu para Gabriel. Livre pela direita, o atacante recebeu, avançou e chutou firme, rasteiro, para quebrar um jejum. Ele não marcava desde o dia 9 de março, na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo. O gol baqueou o América, que demorou a reagir, mas sem muita contundência. Apenas um chute de Márcio Passos, de fora da área, e uma arrancada de Alfredo pelo meio, que não deram em nada.

No mais, o jogo era todo rubro-negro. O time carioca tinha campo para jogar e conseguia envolver a defesa adversária, mas falhava no último passe. Aos poucos, o jogo foi diminuindo de ritmo, com o Fla tendo a bola e trocando passes à espera do apito final.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.