| Futebol

Flamengo vence o Atlético-PR e assume a liderança na Libertadores

Guerrero e Diego, que saiu machucado de campo, fizeram os gols

flameng - Flamengo vence o Atlético-PR e assume a liderança na Libertadores

O objetivo do ano virou mosaico nesta quarta-feira, e o Flamengo lembrou que precisava reeditar seu melhor futebol para ser, de fato, favorito ao título da Libertadores. A lembrança do gol de Zico na conquista de 1981 saiu da arquibancada para a rede do Maracanã: vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR. Gols de Guerrero e Diego, os protagonistas que todos esperavam — Nikão descontou. Com a vitória, o Rubro-negro chegou a seis pontos e lidera o Grupo 4, após o empate em 1 a 1 entre Universidad Católica e San Lorenzo, também nesta quarta.

Substituído no segundo tempo, Diego deixou campo com dores no joelho direito:

— Na verdade estou preocupado, foi um movimento estranho no joelho. É difícil falar agora, ainda vou fazer o exame. Mas a equipe está de parabéns, fizemos um grande jogo, enfrentamos uma equipe organizada.

Mais do que voltar a exibir um futebol seguro, o Flamengo precisava se reinventar. Sair do lugar comum. A previsibilidade foi quebrada por conta dos desfalques. Sem Berrío, Everton, Rômulo e Mancuello — o argentino sentiu uma indisposição antes da partida —, Zé Ricardo precisou ousar. A novidade foi Trauco pela meia-esquerda, apoiando o ataque e recompondo na marcação com seu concorrente, Renê.

A dobradinha deu certo logo de cara, quando o peruano se fez valer da liberdade maior para arriscar seus passes para Guerrero. Foi assim que saiu o primeiro gol, de cabeça. O segundo gol veio com avanços de uma das peças que vinham mal ultimamente. William Arão reapareceu no ataque e cruzou para o meio. Diego acertou o ângulo e fazer 2 a 0 aos 15 minutos.

Coube ao Flamengo fazer o que vinha fazendo de melhor, mais confortável com a vantagem. A troca de passes gerou novas oportunidades. Enquanto isso, defensivamente o time se mantinha intacto, com Donatti ganhando de vez a posição de Rafael Vaz. Desde o ataque, aliás, o time marcou pressão e evitou que o Atlético-PR, desfalcado, reagisse. Mas no segundo tempo, uma falha de Renê levou os visitantes a diminuírem. E o jogo ganhou em emoção. Para piorar, Diego se machucou e saiu de campo na maca. Matheus Sávio o substituiu. E Cirino entrou na vaga de Gabriel. O time se desorganizou e não criava, mas voltou a contra-atacar. Foi o bastante para afastar o Furacão do campo de defesa e garantir a vitória. E a torcida gritar outra vez: "Seremos Campeões".

Fonte: http://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-vence-atletico-pr-assume-lideranca-na-libertadores-21203589

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.