A situação do Flamengo começou a ficar ruim logo aos 16 minutos, quando Yoni González trombou com Diego Alves em uma disputa de bola na pequena área. O goleiro rubro-negro levou a pior, lesionou o ombro e teve que dar lugar a Alex Muralha aos 19 minutos. Um minuto depois, o Junior Barranquilla abriu o placar quando o mesmo González recebeu de Mier e bateu cruzado para Teo Gutierrez balançar as redes.

No segundo tempo, o Flamengo veio com tudo em busca do empate, sempre abusando da jogada aérea. A primeira chance clara do time carioca aconteceu justamente em uma cobrança de escanteio aos 22 minutos, quando Réver subiu sozinho e o goleiro Sebastián Viera operou um milagre no Maracanã. Aos 31, depois de tanto insistir, veio o gol rubro-negro. Trauco bateu escanteio na cabeça de Juan, que igualou o placar.

A virada veio em um lindo chute de Felipe Vizeu. Trauco levantou a bola na área, Willian Arão ajeito de cabeça e o garoto rubro-negro acertou um chutaço para o colocar o Flamengo em vantagem na semifinal e dar números finais à partida. O jogo da volta acontece na próxima quinta-feira, na Colômbia, às 21h45. 

​​

​​