| Futebol

Flamengo x Sport Recife

Gols de cabeça

Confessamos que um pontinho ganho neste jogo já será um grande feito , estamos sem o Guerrero, sem o Ederson e vindo de uma vexatória desclassificação na Copa do Brasil para o indigente time do Vasco. Uma vitória sempre será o ideal, mas não será nada fácil, claro que time de Recife já da mostras de que não é o mesmo do início do brasileirão, tem caído de produção nas últimas rodadas, mas devido a tudo que envolve este jogo, eles vão com tudo pra cima do Flamengo. Entraria humildemente com a "casinha fechada" , sem maiores bravatas ofensivas, jogando no erro deles.Segundo informações midiáticas,  iremos de Pará na lateral direita, expulso no último jogo da CB, situação semelhante em que perdemos os pontos naquele fatídico jogo contra o Cruzeiro em 2013, esperamos que não tenhamos aborrecimentos no pós jogo. Teremos a volta do Alan Patrick, que fez muita falta no jogo contra o Vasco, para o lugar do Guerrero, deverá entrar o Kaike, salvo alguma invenção do Osvaldo. No restante, muita marcação, muita vontade, muita transpiração e um mínimo de inspiração, precisamos pontuar. Esperamos também que o SISTEMA DEFENSIVO fique atento as bola paradas de escanteios e faltas nas proximidades de nossa grande área, já está virando motivo de chacotas os gols que tomamos dessa forma....

 

Gols de cabeça

Convencionou-se colocar-se a culpa nos gols de bola parada no miolo de área, ou mesmo no goleiro. Muitas vezes a área do time atacado esta infestada de jogadores, sete, oito ou até mais , porém, só quem leva a culpa são os três mencionados. Foi a zaga, foi o goleiro dizem os desesperados torcedores da equipe que tomou o gol. Porém a realidade é bem outra, todos que estão na área defendendo têm responsabilidade com os cruzamentos em bolas aéreas , seja em  escanteios ou faltas ao redor da grande área.  Existe um sistema defensivo e não uma responsabilidade única de zagueiros centrais e do goleiro, nem os laterais são lembrados nessas horas, muito menos os meio campistas e atacantes. Em 2009, por conta da conquista do Hexa pelo Flamengo, o jogador que mais afastava bolas em escanteios e faltas era o centroavante Adriano, ficava no primeiro pau, e devido a sua boa estatura e impulsão conseguia nos livrar de muitos perigos de gol. No Flamengo, está faltando atitude, atenção, posicionamento, treinamento específico, mas não só de goleiros e zagueiros, e sim de todos que estão dentro da área de nosso time.

 

Gerson Biscotto

Quando afirmamos que o futebol foi o grande "calcanhar de Aquiles" desta gestão, alguns dos nossos amigos torcem o nariz, porém, está aí mais uma vez o desacerto da gestão "azul" com o nosso "carro chefe", a passagem deste Gérson Biscotto  por nosso futebol em 2005 foi simplesmente tenebrosa, um fracasso retumbante, a ponto do inacreditável Kleber Leite ter sido chamado para nos ajudar a fugir do pior. Hoje, o presidente Bandeira de Mello retorna com este quadro, não se sabe com que interesses, em ano eleitoral as nomeações nem sempre serão em busca da meritocracia e sim da capacidade do escolhido em gerar votos. Achamos LAMENTÁVEL esta escolha...

 

Histórias Rubro-Negras

Em 1987 tivemos um GRANDE CAMPEÃO BRASILEIRO, dos maiores da história do futebol, com um time recheado de estrelas, todos ou quase todos envergando um dia a naqueles tempos, gloriosa camisa da Seleção Brasileira, só o esforçado Aílton não vestiu a jaqueta "canarinho" Zé Carlos, Jorginho, Aldair, Edinho e Leonardo, Andrade, Aírton e Zico, Renato Gaúcho, Bebeto e Zinho, um timaço, com diversos futuros CAMPEÕES DO MUNDO EM 1994. Uma conquista das mais brilhantes de nossa gloriosa história, jogando contra a NATA, a  ELITE do nosso futebol, insofismável consagração. Porém a CBF de Ricardos Teixeiras, Otávios P. Guimarães , Josés M. Marins e outros ladrões não reconhecem este grande feito, assim como os não menos desonestos do judiciário. Seria como se discutir o sexo dos anjos... Independente da nomenclatura que tenha, a conquista é altamente meritória e ponto final. Aqueles memoráveis jogos não foram anulados, nem quem pagou ingresso foi ressarcido de seu prejuízo, os jogos valeram, a triunfal volta olímpica foi dada, o resto é lorota, é  literatura de baixíssimo nível intelectual. EM 1987, TIVEMOS UMA GRANDIOSA CONQUISTA, O RESTO É FIRULA...

SRN


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.