Conforme o atleta, ainda falta ritmo de competição. "Isso vou adquirir com o tempo, entrando devagar e melhorando o meu condicionamento físico. Infelizmente saímos derrotados, mas estava difícil entrar na zaga deles", disse o atacante, que tentou dribles e jogadas de velocidades nas vezes em que foi acionado.

Para o técnico Zé Ricardo, é difícil fazer uma análise, uma vez que o atleta "já pegou o jogo um pouco descaracterizado". "Precisávamos de atletas para a disputa individual, já que a defesa do Grêmio estava muito fechada", destacou o comandante. Com a perda dos 100% de aproveitamento na Iha do Urubu, o Flamengo caiu para a quarta posição no Brasileirão. Domingo, no Mineirão, o adversário será o Cruzeiro, justamente a equipe que fecha atualmente o chamado G-6. Em caso de nova derrota, perderá, no mínimo, mais uma posição na tabela, justamente para a Raposa.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo