Flu aceita parcelamento, e Flamengo pagará R$ 11,5 milhões por Dourado, que assina até 2021

Flu aceita parcelamento, e Flamengo pagará R$ 11,5 milhões por Dourado, que assina até 2021

O Flamengo vai pagar R$ 11,5 milhões para concretizar a contratação do centroavante Henrique Dourado. Deste valor, R$ 7,5 milhões ao Fluminense, que tem 50% dos direitos econômicos do jogador e aceitou receber de forma parcelada. O Mirassol, que detém o restante, vai receber por 25%. Os clubes já sinalizaram positivamente, e o atleta fez até exames médicos. O anúncio é questão de tempo, depois do avanço atingido desde esta segunda-feira, como revelado pela reportagem do Globo e do Extra.

A contratação de Dourado preenche a principal lacuna do Flamengo, o ataque. Sem Guerrero, suspenso, o Ceifador chega com custo inferior ao de Vagner Love, que foi tentado mas acabou indo para o Besiktas, da Turquia, por quase R$ 20 milhões. A Dourado, o Flamengo pagará um salário menor do que o que foi oferecido ao Artilheiro do Amor (R$ 600 mil). O novo reforço receberá na faixa abaixo dos grandes medalhões rubro-negros. O clube não pagará luva nem direito de imagem, e ainda vislumbra uma revenda do jogador de 28 anos, que assinará por quatro anos na Gávea, até o final de 2021.

A diretoria não confirma a negociação finalizada, obviamente, mas internamente já dá o acordo como certo. O "sim" das partes já aconteceu e a burocracia contratual está em andamento. O planejamento do Flamengo prevê que Dourado treine no Ninho do Urubu a partir da próxima semana, já de olho na estreia na Libertadores, dia 28, contra o River Plate. Mesmo que Guerrero seja absolvido no Tribunal Arbitral do Esporte, a presença na partida é incerta.