| Futebol

Força aérea do Figueirense no Scarpelli preocupa o Flamengo

Time catarinense marcou os cinco últimos gols em casa após cruzamentos. Vanderlei dá atenção especial a este tipo de jogada: "Temos que estar atentos", avisa Marcelo

Marcelo, Zagueiro Flamengo (Foto: Cahê Mota)Atenção redobrada ao jogo aéreo do rival (Foto: Cahê Mota)

No Orlando Scarpelli, o perigo vem pelo alto. E Vanderlei Luxemburgo sabe disso. No treinamento de terça-feira, na Ressacada, o treinador do Flamengo trabalhou à exaustão jogadas de cruzamentos na área, fossem em cobranças de lateral, escanteio ou falta. A preocupação excessiva tem uma justificativa: os cinco últimos gols marcados pelo Figueirense em casa saíram desta maneira. Nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), pela 27ª rodada do Brasileirão, o Rubro-Negro carioca espera não ser mais uma vítima da principal arma do time de Argel. 

Em cobranças de escanteio, Thiago Heleno e Marcão fizeram os gols diante de Criciúma e Corinthians, respectivamente. Nos 3 a 1 sobre o Palmeiras, os lances saíram de bola rolando, mas sempre pelo alto, em cruzamentos das laterais. Novidade no setor defensivo do Flamengo, Marcelo cobrou atenção dos companheiros neste tipo de jogada.

- No futebol atual, a bola parada é fundamental. Temos que estar atentos a todo instante. O professor procurou trabalhar um pouco mais para entrarmos mais fortes e superarmos essa qualidade do Figueirense.

Futebol é como um elevador, você sobe e desce. Sempre trabalho para estar preparador. O professor é inteligente, pensativo e não fez isso por acaso. Gostei do que ele fez, e estou preparado para o que der e vier
Marcelo, zagueiro rubro-negro

De volta ao time titular, Marcelo substitui Samir, que está com a seleção sub-21, e também foi beneficiado com a lesão muscular de Wallace. Depois de ser titular na arrancada que tirou o Flamengo da lanterna, o defensor espera fazer valer o voto de confiança de Luxemburgo.

- Futebol é como um elevador, você sobe e desce. Sempre trabalho para estar preparador. O professor é inteligente, pensativo e não fez isso por acaso. Gostei do que ele fez, e estou preparado para o que der e vier.

 Com 31 pontos, o Flamengo é o 13º colocado no Brasileirão e pode ficar na porta da zona de rebaixamento em caso de derrota. A diferença para a "confusão" no momento é de quatro pontos, depois de uma série de cinco partidas sem vencer. Para Marcelo, a oscilação é normal no Brasileirão e vencer um rival direto na luta contra a degola será importante para o Rubro-Negro.

- Temos que sair dessa zona da confusão, que está nos perseguindo desde o início. É mais um confronto direto, assim como temos outros, e temos que fazer de tudo para conquistar a vitória. Esses altos e baixos são normais no campeonato, até entre os times da ponta.

O Figueirense tem um ponto a mais do que o Flamengo e ocupa a 11ª colocação no Brasileirão. No primeiro turno, o confronto entre as equipes aconteceu no Morumbi e terminou empatada em 1 a 1.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.