| Futebol

Fred Luz fala sobre evolução do futebol carioca

Diretor, que foi eleito melhor CEO do Brasil, também comentou sobre criação de Liga

O diretor geral do Flamengo, Fred Luz, participou do evento Business FC, nesta segunda-feira (11.05), em São Paulo. Depois de ganhar o prêmio de Melhor CEO do Futebol Brasileiro de 2014 pelo seu trabalho à frente do Flamengo, Luz fez parte de debate intitulado "O futuro dos estaduais e das federações de futebol". Ao lado de Evandro Carvalho (Presidente da Federação Pernambucana de Futebol) e Pedro Trengrouse (Advogado e Professor da FGV e Harvard Law School), o diretor criticou a Federação Carioca.

Perguntado sobre a possibilidade do clube disputar o campeonato paulista ou outro regional, Fred Luz avisou que esta possibilidade está fora de questão. "O Flamengo é um clube do Rio de Janeiro, foi fundado no Rio de Janeiro, e tem sua história ligada ao Rio de Janeiro. O Flamengo, como clube do Rio de Janeiro, deseja participar de uma solução melhor pra o futebol do Rio do que a que estamos vendo", disse. E apontou os meios que julga como necessários para tal: "Um ponto que entendemos como fundamental é representatividade nas federações. Estamos aqui representando o Flamengo, representamos mais de 40 milhões de torcedores. As federações representam os clubes e devem explicar cada número da verba que recebem. Hoje, entendemos que a federação existe para aumentar o número de torcedores, aumentar o interesse no campeonato, trazer tecnologia e buscar o desenvolvimento técnico de seus federados - e ter critérios para isso. A gente tem que saber por exemplo se os times do RJ estão tendo um desenvolvimento compatível com o faturamento da federação, por exemplo. No caso do Rio, em particular, precisamos rever o modelo de governança, que é absolutamente ditatorial. Ele não identifica para que clubes empresta dinheiro, como avaliza estes empréstimos... Há uma excesso de poder do presidente da federação, o que permite ações entre amigos. ele pode financiar campanhas, pode contratar quem ele quiser..."

O diretor rubro-negro ainda fez mais críticas à organização que controla o futebol carioca. "A questão da independência, que é um modelo básico na governança, não existe na federação do Rio. O conselho fiscal da federação é eleito na mesma chapa do presidente. Entre alguns problemas que identificamos no futebol do Rio, a gente teve uma situação que não existe na maioria dos campeonatos do Brasil, que não ter o conceito de mandante. Desta forma, não podemos fazer ações com sócios-torcedores e, com isso, fomos prejudicados no crescimento do nosso programa. Também não concordamos em termos os preços dos ingressos definidos em arbitral. Um clube que não possa investir na sua capacidade esportiva não tem como arrecadar. No estatuto federação do Rio, existe a possibilidade de, se um conselho arbitral formado pelos outros clubes definir, o Flamengo não jogue mais de vermelho e preto. Há a possibilidade de uma situação que leve a isto", afirmou.

O caminho, segundo Luz, é a criação de uma liga de clubes independente: "Nosso primeiro interesse é formar uma liga de clubes que tenha maior investimento. Pelos nossos estudos, isso são aproximadamente cerca de 20 clubes. Neste modelo que estamos propondo, a gente quer alguém que faça gerenciamento comercial de tudo na primeira e segunda divisões. A gestão atual ainda está trabalhando e aprendendo muita coisa no futebol para propor esta liga e está convidando outros clubes a participarem. Estamos querendo criar uma condição para ter um modelo de desenvolvimento do futebol carioca. Vamos ter que ter paciência e determinação para seguirmos este caminho. Estamos analisando tudo pelo aspecto jurídico e a gente ve que tudo isso é absolutamente possível. Só não sabemos qual modelo que a gente pode propor, mas o que queremos é oferecer uma proposta para todos os clubes de 1a e 2a divisão". Ao final da fala, Fred Luz foi aplaudido efusivamente pelos espectadores presentes.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/21171/fred-luz-fala-sobre-evolucao-do-futebol-carioca

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.