| Futebol

G-4 do Brasileirão pode virar G-5 ou G-3; confira todas as possibilidades

Resultados da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana, que ainda tem o São Paulo na disputa, podem alterar a configuração das primeiras colocações da Série A

 

Com o Cruzeiro tranquilo na caminhada para o bicampeonato brasileiro (veja no vídeo acima os gols da vitória sobre o Botafogo), a briga pelas outras três vagas na Libertadores via Brasileirão é o que chama mais atenção na parte de cima da tabela da Série A. No entanto, o que hoje é G-4 pode virar G-3. Ou G-5. Tudo depende de quem será o campeão da Copa do Brasil e se o São Paulo conseguirá seu segundo título na Sul-Americana.  

saiba mais
  • Veja a tabela do Brasileirão
  • Veja a tabela da Copa do Brasil
  • Veja a tabela da Copa Sul-Americana

O Brasil tem direito a cinco vagas no maior torneio entre clubes da América. Caso o atual campeão da Libertadores fosse brasileiro, seriam seis representantes do país na competição, mas não é o caso – o San Lorenzo venceu em 2014. O campeão, o vice e o terceiro colocado do Brasileirão, e o ganhador da Copa do Brasil garantem vaga na fase de grupos. O quarto da Série A entra na fase prévia da competição.

Tal configuração se alteraria de acordo com os resultados das outras competições em andamento. Para que o quinto colocado (hoje o Atlético-MG) consiga uma vaga na Libertadores, algum integrante do atual G-4 precisa conquistar a Copa do Brasil. No atual cenário, o Galo teria que torcer pelo rival Cruzeiro, caso o próprio Alvinegro não conquiste a Copa. Outra possibilidade, mais improvável, seria o título ficar nas mãos do Santos, que também teria que tirar os oito pontos de diferença que o separam do pelotão de cima na Série A.

Hudson comemora gol do São Paulo contra o Emelec (Foto: Agência AFP)São Paulo bateu o Emelec no jogo de ida e está perto das semifinais da Copa Sul-Americana (Foto: Agência AFP)

Entretanto, neste cenário, se o São Paulo for campeão da Sul-Americana e terminar o Brasileirão fora do G-4, o quinto colocado perde a sua vaga, a não ser que o próprio time paulista fique na quinta posição. O Campeonato Brasileiro só terá um G-3 se o Tricolor levantar a taça sul-americana e não for um dos quatro primeiros na Série A. Para essa possibilidade, o vencedor da Copa do Brasil também teria que terminar o Brasileirão fora do G-4.

Os vices da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana não têm direito à vaga na Libertadores. O campeão da Sul-Americana só tem direito a um lugar na fase prévia. Porém, se o São Paulo conquistar seu segundo título do torneio e ficar entre os três primeiros do Brasileirão, ficará com a vaga direta na fase de grupos. Em 2012, quando venceu pela primeira vez a competição continental, o Tricolor terminou o Campeonato Brasileiro na quarta posição. Portanto, a configuração das vagas para a Libertadores não foi alterada.

Willian comemora gol do Cruzeiro contra o Santos (Foto: Gualter Naves/Light Press)Willian comemora contra o Santos na Copa do Brasil: se Raposa conquistar o torneio, G-4 do Brasileiro pode virar G-5
(Foto: Gualter Naves/Light Press)

Na era dos pontos corridos, o Brasileirão terminou com um G-5 em quatro oportunidades. Em 2003, o campeão Cruzeiro também levou a Copa do Brasil. Em 2006, o Inter foi campeão da Libertadores e foi vice na Série A. Em 2007, o Fluminense, campeão da Copa do Brasil, ficou em quarto no Brasileiro. Em 2011, o Vasco, também campeão da Copa do Brasil, foi vice-campeão brasileiro.

Cruzeiro e Flamengo largaram na frente nas semifinais da Copa do Brasil. A Raposa venceu o Santos por 1 a 0 no Mineirão, e o Rubro-Negro bateu o Atlético-MG no Maracanã. Os confrontos da volta serão na próxima quarta-feira. Pela Sul-Americana, o São Paulo está em vantagem diante do Emelec. Bateu os equatorianos por 4 a 2 no primeiro jogo. O segundo duelo também será nesta quarta, em Guayaquil-EQU.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.