| Futebol

Galeria L! mostra os jogadores mais caros vendidos por clubes brasileiros

Flamengo entrou na lista após venda milionária do lateral Jorge e ocupa o 29º lugar do ranking das maiores negociações realizadas nos últimos sete anos

flameng - Galeria L! mostra os jogadores mais caros vendidos por clubes brasileiros

A venda milionária de Jorge garantiu aos cofres do Flamengo, dono de 70% dos direitos do atleta, R$ 22,7 milhões. O jogador foi vendido ao Monaco (FRA) por € 9 milhões e se tornou o maior negócio da história do Rubro Negro. Com isso, o lateral ocupa a 29ª colocação no ranking dos jogadores mais valiosos vendidos para clubes estrangeiros e nacionais desde 2010.

Líder invicto da tabela é a jóia da Vila Belmiro Neymar, que foi vendido ao Barcelona (ESP) por nada menos que € 88,2 milhões. O atacante foi negociado na temporada européia de 2013/2014 e se tornou o terceiro jogador mais caro da história do futebol mundial, deixando para trás Zidane que deixou o Juventus para atuar no Real Madrid por € 73,5 milhões, e Cristiano Ronaldo, que custou € 101 milhões aos cofres do Real.

Representando o Rio de Janeiro, aparece o Fluminense em 8º, com a venda de Gerson por € 16,6 milhões para o Roma (ITA) nesta temporada, Botafogo, em 24º, com a transação de Vitinho para o CSKA (RUS), na temporada européia de 2013/2014, por € 9 milhões e, o Tricolor, que volta a aparecer ao lado do Flamengo, com Wellington Nem empatado com Jorge em € 9 milhões.

No ranking das vendas para clubes brasileiros, Flamengo alcança a 5ª colocação, ficando atrás de Santos, com a venda de Danilo para o Porto, por € 13 milhões; Atlético-MG, com a negociação de Jemerson com o Monaco, por € 11 milhões; Grêmio, com a transferência do lateral Mário Fernandes para o CSKA, por € 10 milhões; e Cruzeiro, com a saída do zagueiro Wallace para o Braga (POR), por € 9,5 milhões.

Acompanhe na galeria L! a posição dos jogadores no ranking e os valores das transações.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/jorge-supera-renato-augusto-torna-jogador-mais-caro-historia.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.