| Futebol

Galo reage, vira, mas Guerrero empata no fim e mantém 2º lugar com o Fla

Diego e Robinho marcam, mas protagonismo fica com gringos depois dos 40 minutos do segundo tempo - Lucas Pratto também faz. Times podem ver Palmeiras distanciar

O duelo pela vice-liderança, entre Atlético-MG e Flamengo, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, pedia ingredientes de decisão. E não decepcionou na tarde deste sábado no Mineirão. Depois de um primeiro apagado dos donos da casa em Belo Horizonte, o Rubro-Negro carioca saiu na frente mas viu os rivais iniciarem reação aos 35 da etapa final. A virada veio 41, mas os visitantes ainda foram buscar três minutos depois em partida eletrizante. No primeiro duelo entre Diego e Robinho, os ex-meninos da Vila caminhavam para serem protagonistas, mas os gringos Lucas Pratto e Guerrero mostraram poder de decisão para dar números finais ao jogo. 2 a 2 e a permanência da equipe comandada por Zé Ricardo na segunda colocação.

O jogo

Se o Atlético-MG ameaçou pressionar dentro de casa bem no começo, as primeiras grandes chances do jogo foram do Flamengo logo aos 3 minutos, em chutes de Fernandinho e Gabriel, em sequência. Logo de cara, Victor trabalhou e teve um aperitivo dos problemas que ainda teria na etapa inicial. Diego abriu o placar após toque de cabeça de Guerrero aos 32, e depois do gol o goleiro atleticano fez duas grandes intervenções em ótimas oportunidades criadas pelos rubro-negros, que dominavam a partida. O Galo se abateu com o gol sofrido e quase não criou ofensivamente. 

O início do segundo tempo foi bem diferente. Com a entrada de Luan na vaga de Cazares, o Galo conseguiu tocar melhor a bola no campo de ataque e assustar mais, mas foi a vez de Alex Muralha fazer excelentes defesas. Aos 14, o Flamengo teve grande chance com um quase gol contra de Erazo, que mandou bola na trave após cruzamento de Diego. A equipe mineira balançou a rede de forma irregular, com Fred aos 21 - o impedimento do atacante foi bem marcado -, e iniciou reação a dez minutos do fim. Aos 35, Réver deu uma gravata em Fred na área após lateral cobrado por Otero e o árbitro Braulio da Silva Machado marcou pênalti. Robinho converteu e incendiou a torcida em Belo Horizonte, que empurrou o time para a virada. Aos 41, Pratto, que saiu do banco, teve tranquilidade para se livrar do goleiro adversário e botar a equipe mandante na frente. Mas o grandes jogos só terminam com o apito final: após vacilo da defesa, Guerrero aproveitou sobra para deixar tudo igual novamente aos 44 minutos do segundo tempo. 

O Flamengo se mantém na segunda colocação, agora com 62 pontos, mas pode ver o Palmeiras abrir mais pontos de vantagem caso vença o Santos em jogo a ser realizado ainda neste sábado, às 19h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Em caso de vitória santista, o Atlético-MG, com 60 pontos, perde posição e sai do G-3 nesta rodada. A equipe carioca tem clássico contra o Botafogo no próximo sábado no Maracanã, enquanto os mineiros saem para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, no domingo. Confira a tabela do Brasileiro.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/2016/10/galo-reage-vira-mas-guerrero-empata-no-fim-e-mantem-2-lugar-com-o-fla.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.