| Futebol

Galvão elogia torcedor do Flamengo por devolver camisa de Rodinei

Narrador afirma que barbeiro Luiz Cláudio deu exemplo ao recusar dinheiro pelo uniforme em momento em que se vê "um show de desonestidade" no país

flameng - Galvão elogia torcedor do Flamengo por devolver camisa de Rodinei



O lateral Rodinei foi um dos destaques da decisão do Campeonato Carioca. Reserva do time, ele entrou aos 16 minutos do segundo tempo do Fla-Flu deste domingo e fez o gol que sacramentou o título rubro-negro, com o 2 a 1 no Maracanã. Na comemoração, o lateral se empolgou, tirou a camisa e foi para o meio da galera. Na festa, um torcedor acabou tirando a camisa de suas mãos. Após a partida, o jogador fez um apelo para que o uniforme fosse devolvido. O que ocorreu nesta segunda, quando o rubro-negro Luiz Claudio entregou a camisa ao legítimo dono no programa "Globo Esporte".

Durante o "Bem, Amigos!" desta segunda-feira, o torcedor, que trabalha como barbeiro em Oswaldo Cruz (Zona Norte do Rio), gravou uma mensagem para Galvão Bueno, revelando que recebeu uma proposta de R$ 2 mil pela camisa, mas que recusou a oferta por não "poderia errar pela segunda vez". A atitude do torcedor do Flamengo foi elogiada pelo narrador.

- Parabéns cara. Ser honesto, ser correto, ter ética, respeita os valores dos outros não é mérito não. E não interessa se a pessoa vem de um berço mais ou menos abastado. O que interessa é a formação. O Luiz Cláudio deu um exemplo. Ele disse que ofereceram dinheiro para ele (pela camisa). Ele foi correto como deve ser todo ser humano. O que a gente tem visto na televisão, nos jornais, no rádio, no meio da rua, e aí independente de que partido político seja, de que tipo de empresário seja, estamos vendo um show de desonestidade, um show de safadeza, de pouca vergonha, de mentiras. Então é bacana quando você vê uma pessoa simples (tendo essa atitude) - afirmou Galvão.



- Eu estive no (projeto) Gerando Falcões, em Poá (SP), um trabalho que se faz com centenas de crianças. E o Edu Lira, criador do projeto, que nasceu e cresceu na favela e que diz: perdi os meus amigos de infância para o crime, para o tráfico de drogas, para a cadeia e muitos acabaram morrendo. E a mãe dele criou uma frase, que ele usa: " Não importa de onde você veio, o importante é onde você vai chegar". Com esse tipo de atitude, (o Luiz Cláudio) vai chegar longe, tenha certeza. O importante é ser correto e ser cidadão. Falta cidadania para boa parte da população. É duro de segurar a onda com que está acontecendo com tanta gente neste país - desabafou.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/programas/bem-amigos/noticia/2017/05/galvao-elogia-torcedor-do-flamengo-por-devolver-camisa-de-rodinei.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.