| Futebol

Garagem de barcos é reformada na sede náutica

Rubro-negro faz adaptação e reorganização do local para recebimento de equipamentos de edital do CBC

Os atletas do esporte fundador do Clube de Regatas do Flamengo vão em breve poder contar com 42 novos barcos, que chegam ao Clube da Gávea como resultado de mais um convênio com a CBC, Comitê Brasileiro de Clubes. Para melhor acomodar esses equipamentos, resultado do convênio de número um, do edital de número um, junto à entidade, a garagem de barcos da sede náutica do Rubro-Negro está passando por uma reforma, desde o final do mês de maio. 

Melissa Paim, arquiteta do Mais Querido explicou o intuito da obra.

"Fizemos um trabalho de adaptação na garagem da sede náutica para recebimento dos novos barcos do Flamengo", disse a arquiteta do clube. 

Além dos 42 barcos, o Flamengo também receberá da CBC 56 pares de remos de palamenta dupla e 13 pares de remos de palamenta simples. A reforma na garagem  aumentará consideravelmente a capacidade de armazenamento interno e externo desses equipamentos, como comenta o engenheiro Hugo Lopes.

"No interior da garagem comportávamos 66 barcos, sendo 22 single skiffs, 20 double skiffs, 16 four skiffs e seis barcos de Oito Com e duas Ioles. Após a reforma iremos comportar no interior da garagem cerca de 85 barcos, sendo 39 single skiffs, 28 double skiffs, 13 four skiffs e quatro barcos de Oito Com e uma Iole. Para a área externa estão sendo executadas quatro araras com capacidade para sete double skiffs em cada uma, e sete araras com capacidade para quatro single skiffs em cada uma, ou 21 pares de remos em cada. Além desses, estão também sendo executados alguns ajustes para comportar mais quatro four skiffs e melhorar a capacidade de algumas estantes externas", explicou.  

O projeto e a execução da obra foram conduzidos pelo departamento de Patrimônio de Obras e Expansão do Flamengo. 

As equipes de remo do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25495/garagem-de-barcos-e-reformada-na-sede-nautica

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.