Garantido na semifinal do NBB, Flamengo comemora sintonia com a torcida

Garantido na semifinal do NBB, Flamengo comemora sintonia com a torcida

Faltando seis minutos e 49 segundos para o fim do quarto período do último jogo do Flamengo contra o Minas, na quinta, os rubro-negros estavam 11 ponto atrás no placar, que marcava 65 a 76. Determinado a não aceitar a derrota, que forçaria um quarto jogo na série, em Belo Horizonte, a equipe de José Neto começou uma perseguição aos mineiros que só acabou a seis segundos do fim, quando Marquinhos converteu dois lances livres, empatou o marcardor, 83 a 83, e levou o jogo para a prorrogação.

No período extra, Marquinhos, sumido até então, fez 12 pontos, não errou um arremesso de quadra sequer e garantiu a vitória rubro-negra e o encerramento da série em 3 a 0. Mesmo em desvantagem durante o jogo inteiro, o Flamengo soube se impor no momento importante e buscar a vitória no momento decisivo. para o delírio da torcida, que marcou presença na Arena Carioca 1.

-Tenho o privilégio de trabalhar com pessoas, atletas e comissão técnica, que são experientes e têm espírito vencedor. Isso faz com que, em momentos de dificuldade, o foco fique muito mais na solução do que no problema. É muito bonito falar isso, mas quando vemos acontecendo na prática, como foi na quinta, é o que nos dá confiança pra seguir em frente e atingir nossos objetivos- explica José Neto, treinador do Flamengo desde 2012.

Muito do sucesso do Flamengo atual passa por Neto. Desde que ele chegou, o time só não venceu o NBB uma vez, no ano passado. Foram quatro nacionais, uma Liga das Américas e um Mundial, vencendo o Maccabi Tel Aviv, de Israel, campeão da poderosa EuroLiga na temporada 2014.

Com jogadores muito experientes e super talentosos, Neto vê muitos motivos para a cultura vencedora que está crescendo no basquete rubro-negro e aponta Marcelinho Machado, que se aposenta ao fim da temporada, como principal lider da equipe.

-A principal liderança do grupo sempre foi e sempre será do Marcelinho. Ele é um líder dentro e fora de quadra. Outros jogadores somam muito com energia e determinação e Temos o apoio da nossa torcida que sempre nos deu uma força extra. São muitos os motivos que nos permitem estar sempre acreditando na vitória -diz Neto.

A tese de Marcelinho como grande líder do elenco recebe coro de Olivinha, outro ídolo da equipe, no Flamengo desde 2012.

-Nosso grupo é muito experiente e temos muitas lideranças dentro da equipe.

Mas o principal é o Marcelinho, ele é o nosso capitão e todos seguimos ele. Lógico que temos outros jogadores que têm uma liderança também como Varejão, JP, eu mesmo também tenho uma parte nisso.

Nosso grupo é como se fosse uma família e sempre estamos respeitando um ao outro e isso faz muito bem a equipe.

Temos uma base que já conquistou praticamente tudo e nós procuramos passar um pouco da nossa experiência de jogar e conquistar títulos no Flamengo aos jogadores novos que chegam, e isso vem dando certo, já que nos últimos anos nós conseguimos muitas conquistas- analisa.

Além do talento, o time rubro-negro também é reconhecido pela raça. E é justamente Olivinha que é visto pela torcida como principal símbolo dessa determinação e como responsável por levar um pouco do espírito dos torcedores para dentro da quadra.

-Eu fico feliz com esse reconhecimento da torcida. Eu tento levar para o jogo toda a minha energia e a torcida gosta disso.

Sempre foi minha característica essa vibração e eu tento colocar os meus companheiros na mesma sintonia dentro de quadra. Quando isso acontece a torcida vem junto também e acredito que vem dando muito certo nesses últimos anos- encerrou Olivinha.

O Flamengo espera na semifinal do NBB o vencedor da série entre Basquete Cearense e Mogi das Cruzes.