| Futebol

Garotos Inflamáveis! A base sub-aproveitada do Mengão!

flameng - Garotos Inflamáveis! A base sub-aproveitada do Mengão!

Salve, salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Hoje abordarei um tema muito melindroso e que abrange uma vasta casta de opiniões: os garotos inflamáveis da base de nosso querido Mengão!

Frases comuns como: Não vamos queimar o garoto! , O moleque não está pronto!, etc. circulam nas bocas flamengas desde que o mundo é mundo. Aí, lanço-lhes as peguntas: O que fazer com a base? Qual o momento ideal do lançamento dos garotos? Porque contratamos jovens promessas e até mesmo veteranos de outros clubes e abrimos mão de lançar a nossa base?

Existem diversas respostas pra essas questões, porém nenhuma delas é satisfatória, responde integralmente ou com argumentação coerente à altura. Uma coisa é certa: a maioria da Nação almeja que a base seja realmente utilizada! Coisa que o Fla já deixou de fazer a contento há muito tempo. Querem um exemplo? O Gabriel chegou aqui, com 21 anos, vindo do E.C. Bahia, e sem ter tido formação de base (foi descoberto aos 19 anos numa pelada que jogava com o presidente do Bahia na época). Foi tratado aqui no Rio como um a joia baiana. Mas os resultados não foram satisfatórios após inúmeras oportunidades que lhe foram dadas. Mesmo assim ele continua tendo suas chances. Isso é fato! E os nossos meninos? Porque não foram lançados? Porque não lhes deram a metade das oportunidades que o baianinho, Cirino e cia. tiveram? Sabe o que as “mentes brilhantes” alegam? Vejam as frases em vermelho sublinhadas no parágrafo acima.

O que eu acho disso tudo? Palhaçada! Covardia! Ou então alguma coisa está errada no departamento de futebol! Seria pressão de empresários tentando valorizar seus tutelados? Fica a dúvida, colocada em nossas cabeças pelo próprio departamento, embora eu me recuse a acreditar nessa tese. É muito fácil lançar novos jogadores, meus amigos. A fórmula é simples e de muito sucesso (vide as bases se São Paulo, Corinthians, Internacional, Grêmio, Santos). Principalmente quando eles vêm da base há algum tempo, acostumados com a pressão de jogar no Mengão. Colocando os meninos para jogar, podemos realmente sentir quais deles irão vingar ou não. Mas precisa-se de coragem para isso. Coragem e vontade! O que não podemos é colocá-los faltando 15 minutos para acabar o jogo e com o placar adverso (como tem sido feito há algum tempo). Eles não devem ser tratados como os resolvedores. Isso não adianta. As oportunidades devem ser realmente dadas, paulatinamente. E a paciência com os garotos deve ser a mesma ou ainda maior da que se tem com os Cirinos e Gabrieis da vida (vejam como nosso zagueiro Léo Duarte foi bem no período em que precisou ser escalado). Não adianta nada lançá-los na fogueira! Metam eles na escalação titular e deem sequência pra molecada! Pelamordedeus!!!

Os argumentos dos anti-base caem por terra quando constatamos que alguns dos garotos não lançados, emprestados a outras equipes inferiores, não vingam. Se não se destacam em time da china e arredores, onde não existe pressão, será que realmente se destacariam no Flamengo? Quando o menino é bom, ele joga e aguenta pressão em qualquer lugar. Nossa base é inflamável? Nossos garotos são de vidro? São bibelôs, que enfeitam a Gávea assim como embelezam as mesas de centro das casas das vovós, onde são intocáveis e só servem de enfeite? Já perceberam a quantidade de jogadores acima de 27 anos contratados pelo Mais Querido que literalmente “cagaram na cueca” quando jogaram por aqui? O cara arrebenta nos times menores e “amarela” quando veste o manto sagrado. Não foi um nem foram dois, foram diversos, aos montes!

Farei um singelo pedido a quem de direito: Srs. responsáveis pelo Deptº de Futebol do C.R. do Flamengo, por favor olhem por nossa base! Lancem os meninos! De forma consciente. Querem uma planilha de como se faz? É só entrar em contato que lhes envio. É fácil se programar para que isso aconteça. Mas se não conseguem, pra que continuar com a base? Porque gastamos tantos milhões por ano para formarmos bibelôs inflamáveis inutilizáveis? Só pra ter as benesses advindas da certificação de clube formador? Haja incoerência né?

Vemos nossa base levantando diversos troféus ao longo dos anos, mas não os vemos no time profissional. Qual o motivo disso? Essa deveria ser premissa básica dessa gestão tão austera e responsável. Alguém deveria ser mais pró-ativo nessa questão! Os meninos são tão bons ou melhores do que os contratados para composição de elenco (mais velhos e com qualidade mediana e duvidável); os garotos são muito mais baratos e ainda podem render milhões aos cofres flamengos. Vejam que em uma só frase foram elencados três motivos pelos quais é infinitamente melhor utilizarmos nossa base do que contratar jogadores medíocres que impedem a ascensão de nossa molecada.

Esqueçam que eles podem ser queimados, que eles não estão prontos, que devem ser preservados. Essas teses são banais! Já caíram por terra! Quem não pode ser queimado é palito de fósforo que só acende uma vez. É óbvio que não estão prontos, pois os jogadores de futebol atingem sua maturidade técnica e física entre os 26 e 29 anos (se jogarem, é claro!). E preservado deve ser o técnico (blindado inclusive) para que não se jogue por terra toda uma programação iniciada no ano anterior (mesmo que os resultados não sejam compatíveis ao tamanho do investimento).

Bom, essa é a minha opinião sobre a base. Por favor utilizem os garotos! Eles são de ouro! Devem ser testados! Merecem várias chances, várias! Não temam pelo pior. Acreditem na rapaziada! Se não quebrarmos esse paradigma, nunca colheremos os frutos plantados e cultivados com tanto suor e orgulho. Olhem realmente com carinho para os nossos meninos. E carinho não remete a superproteção. Soltem as amarras da garotada e deixem que eles brilhem. Pelo bem do Flamengo! Pelo bem do futebol brasileiro! Pelo bem de vocês!

Saudações Rubro-Negras a todos!
O Flamengo simplesmente é!

Fabio Monken.

Assistam o ResenhaAoVivo de ontem (04/12/2016) da TV Coluna do Flamengo.

Gostou? Não gostou? Concorda? Discorda?
Excelente meu caro amigo! Venha debater!
Deixe seu comentário abaixo!
As divergências de opinião são extremamente salutares para nosso crescimento.
Mas lembrem-se: a ignorância e a intolerância são os combustíveis para o fracasso.

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/12/garotos-inflamaveis-base-sub-aproveitada-do-mengao/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.