Desde então, sem contar os interinos, foram mais sete técnicos que assumiram o comando do Flamengo até a saída de Reinaldo Rueda e a confirmação de Paulo César Carpegiani para o cargo. A tendência, porém, é que o atual treinador nem termine a temporada,​ já que deixou claro em sua apresentação que o clube ainda busca um novo nome. Bandeira de Mello tentou desconversar sobre o assunto, mas admitiu a possibilidade.

"Não quero que todos achem todo dia que estamos buscando técnico. Vamos com calma, observar, mas podemos ter uma oportunidade ao longo do ano. (...) Claro que existe a possibilidade encontrarmos alguém para estar à frente do Flamengo no decorrer de 2018", afirmou o mandatário, em entrevista ao site UOL Esporte.

O ano de 2018 é o último da gestão de Bandeira de Mello à frente do Flamengo.