Segundo o ​Lance!, ambos deixaram o clube por questões profissionais e fizeram questão de esclarecer que não romperam politicamente com Bandeira de Mello. No entanto, é inegável que a saída da dupla enfraquece a gestão que já sofre com inúmeras críticas pela falta de resultados expressivos dentro de campo.

Varejão terá que se mudar para os Estados Unidos para concluir o doutorado e será substituído por Gilberto Freitas, que atuou na Comissão de Estatuto do Conselho Deliberativo. Strauch também decidiu deixar o Brasil e informou que não deve voltar à política do Flamengo nem quando retornar ao país, daqui a um ano.

​​

​​